Apple lança novo serviço de streaming de música, o Apple Music

Como todos já sabem, ontem teve início a WWDC 2015, conferência da Apple destinada a desenvolvedores que acontece em São Francisco, na Califórnia até o próximo dia 12 de junho.

Por | @oficinadanet Smartphones

No primeiro dia de apresentação já tivemos inúmeros lançamentos de produtos da companhia, entre eles a nova versão do sistema operacional móvel, o iOS 9, que apresentamos aqui; além deste, outros produtos foram revelados, bem como o novo serviço de streaming de músicas, o "Apple Music", que também servirá para criação de uma rádio global, denominada de "Beats 1", que ficará no ar 24 horas por dia, 7 dias por semana. A rádio será controlada pelo radialista neozelandês Zane Lowe, ex-radialista da "BBC Radio 1".

Apple lança novo serviço de streaming de música, o Apple Music

Voltando ao Apple Music, o app de música por assinatura, nos mesmos moldes do "Rdio e Spotify", com três estações de rádio online, rede social interna denominada de "Connect", para os artistas se comunicarem com seus fãs através de suas páginas pessoais e muito mais.

Leia também:

O Apple Music chegará ao mercado no próximo dia 30 de junho, em mais de cem países, entre eles o Brasil; além das opções que já descrevemos acima, o novo serviço de streaming de músicas virá com opções para o Mac, Windows e dispositivos iOS. O app também chegará ao Android em outubro deste ano.

De acordo com informações da própria Apple, o serviço de streaming terá uma cobrança mensal de US$ 9.99 nos Estados Unidos, já o preço que será cobrado em terras tupiniquins não foi revelado, pelo menos por ora; vale ressaltar que os três primeiros meses serão gratuitos. Além do plano de US$ 9.99, os norte-americanos também contarão com um plano familiar, que custará US$ 14.99, dando acesso para até seis pessoas. Vale ressaltar que não será possível acessar o catálogo do Apple Music sem o pagamento da mensalidade.

Para não assinantes, o aplicativo só disponibilizará a rádio on-line, "Beats 1" e a visualização da página dos artistas.

O serviço ainda fará o gerenciamento de arquivos nos dispositivos móveis, com integração com o iTunes, que continuará existindo como um serviço separado. 

Mais sobre: Apple Música Serviço
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar