Review Blu Life 8

Testamos nesses últimos dias o Blu Life 8, um dos principais aparelhos da Blu, marca que ainda não deslanchou aqui no Brasil. Será que agora vai? Confira o que podemos dizer sobre o aparelho após nossos testes.

Por | @Evilmaax Smartphones

Primeiramente, precisamos fazer uma breve introdução sobre a marca, afinal, muito provavelmente, você não a conhece ou conhece muito pouco, certo? A marca, que é a primeira montadora de smartphones da América Latina, foi fundada pelo brasileiro Samuel Ohev-Zion, em Miami, em 2009, e, já no primeiro ano de atividades comercializou mais de 90 mil unidades.

Hoje a marca está fortemente incorporada e presente em diversos países da América Latina e América Central, além do México e Estados Unidos. Em alguns países, inclusive, a Blu domina o mercado com mais de 50% dos aparelhos vendidos. Isto foi o suficiente para que eles alcançassem a marca de mais de 4.1 milhões de unidades vendidas somente em 2012. Nada mal para uma empresa com apenas 3 anos de atividade, certo? E qual o motivo de tanto sucesso? Além de apresentar bons aparelhos, a Blu entrega aos seus clientes, smartphones de baixo custo, geralmente mais baratos ou concorrendo diretamente pelo posto de mais barato da categoria em que se enquadra. Em Aruba, país da América Central por exemplo, a empresa vende um aparelho bastante simples custando apenas 6 dólares!!

Hoje a marca já vendeu mais de 25 milhões de aparelhos em mais de 40 países, inclusive no Brasil. Aqui, ela chegou há pouco tempo e por isso ainda inspira desconfiança nos brasileiros, porém, é bom você abrir sua mente e expandir os horizontes, pois smartphones, vão muito além das conhecidas Apple, Samsung, Sony, etc. e a Blu quer justamente isso: mudar seu pensamento e mostrar a você que smartphones podem ser bons e baratos.

Bem, agora que já fomos apresentados, vamos então, finalmente, ver o que podemos falar sobre o Blu Life 8, lançado em maio de 2014,e que, ainda hoje, quase 1 ano depois, pode ser considerado um ótimo smartphone. O smartphone foi cedido ao Oficina da Net por empréstimo pela Cissa Magazine, confira o site deles e veja os melhores lançamentos e preços de smartphones.

 Review Blu Life 8

Logo na chegada uma surpresa positiva: O aparelho, diferentemente do que as marcas líderes de vendas oferecem atualmente, chegou em uma caixa bonita, resistente e de material duro, nada daquela caixinhas simples, molengas e mais econômicas possível. Dentro dela, um kit completaço: Carregador e cabo de dados micro usb, fones de ouvido com 3 pares de borrachinhas para garantir que vai encaixar perfeitamente em sua orelha, capinha traseira protetora de silicone, película frontal protetora e manual. Mas note que até o manual é diferenciado, difedifererente daqueles de 2 ou 3 páginas que costumamos receber ao comprar um produto. Este é, na verdade, um livreto explicando o total funcionamento do seu smartphone.

Para quem não conhece os aparelhos da Blu, eles também têm uma característica marcante – assim como as laterais em metal dos Samsung – e que, na minha opinião, é muito bonita. Trata-se de um alongamento da traseira colorida, que projeta-se na frente do aparelho, dando um toque especial ao acabamento. Ainda na frente temos a câmera frontal, o alto-falante e só. Simples e bonito.

A pegada do aparelho não é desconfortável e adapta-se bem à mão do usuário. A frente dele é “lisa” sem nenhum botão sequer, todos os 3 – home, voltar e opções – são touch e só aparecem quando “clicados”.

Review Blu Life 8

Nas laterais há 1 botão de cada lado, o de power e bloqueio fica à direita, e o de volume à esquerda.

Review Blu Life 8

Na parte de cima temos o conector do fone de ouvido, de 3.5 milímetros e um pequeno orifício, provavelmente de algum sensor. Na parte de baixo, sem novidades também, apenas a entrada do micro Usb e a entrada de voz para o microfone.

Review Blu Life 8

A traseira é de um plástico bastante maleável, não que seja ruim, mas se você tem receio a esse tipo de material, lembre-se que a Blu envia uma capinha de proteção no kit ;) Na traseira, propriamente dita, temos a câmera bem acima, seguida do flash de Led, uma pequena inscrição da qualidade da câmera e depois o nome da marca. Lá embaixo vem a perfuração da traseira para sair o áudio do alto-falante. Novamente simplista e elegante.

Review Blu Life 8
À esquerda, a capinha e o Blu, e à direita ela equipada.

O aparelho que recebemos foi o de cor traseira branca e frente preta. O Blu Life 8 conta ainda com outras 3 cores traseiras, sendo a frente sempre na cor preta, são elas: laranja, verde e rosa.

Review Blu Life 8

As medidas do aparelho são: 145 mm de altura, 69.8 mm de comprimento e 7.6 de espessura, finíssimo. Seu peso é de apenas 136 gramas.

Review Blu Life 8

O hardware dele deu conta do recado. Travando apenas 1 vez em 3 semanas de uso intenso, muito pouco, posto que este é um smartphone intermediário e não um top de linha. A sua tela mede 5 polegadas, capacidade para 16 milhões de cores e, ainda, tecnologia Blu’s Infinite View (IPS) e Nex-Lens (OGS), que na prática dá uma vivacidade incrível às suas imagens, vídeos e uso diário. Infelizmente ela não é Full HD, alcançando 1280 x 720 (ao menos chega a ser HD).

O Life 8 conta com 320 pixels por polegada (segundo o aplicativo Antutu) ou ainda 292 (segundo a própria Blu), independentemente de qual seja, é um bom valor para sua resolução e seu tamanho de tela, o que faz com que, dificilmente você veja algum serrilhado na tela. Ahh, e ela ainda é multitouch para até 5 toques simultâneos.

Review Blu Life 8

Ponto negativo; Não tem Gorilla Glass, portanto temos que ter mais cuidado com os riscos e quedas do aparelho. Para compensar, a Blu envia uma película para o usuário aplicar, porém, saiba que é (quase) impossível aplicar sem bolhas.

Ele chegou com o Android 4.4.2 Kit Kat, e por enquanto, a Blu não tem previsão para recebermos o Android 5.0 Lollipop. O hardware vem com processador Mediatek MT6592 Octa-core de 1.7 GHz Cortex A7 de 32 bits, 1 GB de memória Ram e GPU Mali-450 MP4. Um adendo sobre a memória RAM: Com vários apps instalados e rodando alguns aplicativos, ficamos com mais de 350 mb’s livres. Muito, se comparado que isso fica na casa dos 30%, quase o triplo de outros smartphones intermediários que já testamos, como o Glaxy Grand Prime Duos tv.

Review Blu Life 8

Além disso, como dissemos antes, não enfrentamos travamentos, no uso do aparelho, troca de jogos, de aplicações, abrir a câmera, rapidamente, etc. Infelizmente o aparelho também não está adaptado para a tecnologia HTML 5, não aproveitando o máximo deste novo protocolo para a web.

Review Blu Life 8

No quesito armazenamento, o modelo conta com modestos 8 GB, que, sã, na verdade, 6.18 Gb, após descontarmos o que é usado pelo Android. Para sanar esse problema e não precisar excluir imagens ou vídeos tão cedo, você pode inserir um cartão MicroSD de até 64 GB.

Review Blu Life 8

Quanto às câmeras temos um hardware legal, que não decepcionam frente ao custo benefício e mantém a média dos smartphones intermediários. São 8.3 MP de câmera traseira, que alcançam uma resolução máxima de 3840 x 2160 pixels, (empatando com o Moto G de 2ª Geração, o Zenfone 5 e o Samsung Galaxy Grand Duos Prime Tv, por exemplo) e 2 MP de câmera frontal (igual aos citados anteriormente e também ao LG G3 e o Galaxy S5 e Galaxy K Zoom), que consegue tirar fotos de 1600 x 1200 pixels.

Review Blu Life 8
Imagem com pouca luz
Review Blu Life 8
Imagem com pouca luz
Review Blu Life 8Review Blu Life 8
Foto sem luz, apenas flash
Review Blu Life 8Review Blu Life 8Review Blu Life 8

Assim como a maioria dos modelos citados acima, seu zoom é digital de apenas 4 x. 

Review Blu Life 8
Zoom digital máximo de 4x

O som foi um ponto a favor do Blu Life 8. Além de contar com um fone de ouvido de boa qualidade, o alto-falante externo é bastante alto, ao ponto de incomodar se estiver no volume máximo. Ideal para quem costuma perder o celular em um canto da casa e depois fica ligando para ele e perambulando até encontrar, além de não atender ligações por não ter escutado. Ver vídeos no YouTube será uma boa também, tanto no fone de ouvido, como no alto-falante externo. Ah, e falando em vídeos, o smartphone da Blu dá conta do recado, filmando à qualidade Full HD 1080p a uma taxa de 30 frames por segundo. Ponto positivo!!

A conectividade do aparelho deixa a desejar. Ele possui Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac, hotspot, Bluetooth 4.0, A-GPS, 4G HSPA+ 21 MB e, infelizmente, é apenas dual band (850/1900 ou 850/2100), além da conexão micro Usb 2.0. A bateria de 2.000 Mah decepcionou =( Com uso “normal”, apenas conectado à internet, sem brilho máximo e com uso esparsos de Facebook, Messenger, etc. a bateria não aguentou 24 horas de serviço. Em outras ocasiões, regulando o brilho, mexendo ainda menos, o smartphone conseguiu chegar a quase 30 horas de vida, mas creio que você não quer comprar um aparelho que precisará ficar regulando o tempo que usa e como o usa, certo? Bom, a Blu garante que você terá até 740 horas em standby e até 14 horas de conversação, ambos com o 3G ligado.

No que tange ao carregamento, temos um ponto positivo e outro negativo. Como negativo pude notar que para carregar na tomada convencional ele demora mais que os demais smartphones testados, já como ponto positivo, asseguro que o Blu Life 8 consegue armazenar carga via Micro USB de forma mais rápida do que os demais. E Para ter bateria por mais tempo, uma dica se você usa 3G ou 4G:  Veja como o wifi foi o grande vilão da nossa carga. Desligue-o e garanta umas horinhas a mais.

Review Blu Life 8

Confira agora, como o smartphone se saiu nos testes de benchmark.

Antutu

Review Blu Life 8

3D Mark

Review Blu Life 8

Vellamo

Review Blu Life 8

Para finalizar, confira as especificações do hardware:

Review Blu Life 8

Como dissemos acima, o Blu Life 8 vem com a versão 4.4.2 do Android Kit Kat, ruim, se compararmos que nem mesmo é a versão última do Kit Kat, que é a 4.4.4, Lollipop, então, nem se fala. Mas temos também um ponto positivo: O Android presente no aparelho é a versão mais pura que eu já testei aqui no Oficina, comparando, por exemplo, aos variados aparelhos da Samsung.

Um fato que me deixou bastante incomodado no sistema do Blu foi que aplicativos que exibem notificações na tela, como o WhatsApp, Facebook, Messenger, Instagram, etc. simplesmente não exibem as notificações. Se você é muito conectado e depende das redes sociais, vai ficar numa ânsia constante, tendo que abrir aplicativo por aplicativo para saber se há algo que necessite de sua atenção.

Como softwares exclusivos a Blu embarcou somente um estúdio de criações de vídeos. Além da rádio FM, que não chega a ser exclusivo, mas, mesmo tão simples, hoje é esquecido pelos aparelhos mais avançados. Além desses, temos também um excelente e prático gerenciados de arquivos e um player de vídeo exclusivo da Blu.

Ponto positivo ainda, é que o aparelho também conta com a possibilidade de equipar 2 chips microsim simultaneamente.

Review Blu Life 8

Lembra do início do review, quando dissemos tudo que tinha dentro da caixinha do Blu Life 8? Percebeu que ele vem com uma quantidade significativa de acessórios? E este, certamente é um dos diferenciais pelo qual a marca tenta se sobressair no gosto dos clientes frenta às principais marcas, que não oferecem nada além de um carregador e fone de ouvidos. Parabéns Blu, sábia atitude <3

Junto do smartphone você irá receber uma película protetora para seu display (e aqui enfatizo: MUITO difícil de ser aplicada sem falhas), junto dela um paninho para você limpar a tela, os já explorados fones de ouvido, e uma capinha traseira de silicone. A capinha é de excelente qualidade, encaixa perfeitamente ao aparelho, maleável e fornece uma boa segurança a danos externos. Já são uns R$ 30 economizados.

Review Blu Life 8

Mas e aí? Após tudo o que falamos, analisamos, testamos e comparamos, mas será que compensa? Bem, se você comprar esse aparelho, com certeza terá suas expectativas atendidas, pois o telefone se saiu muito bem em todos os nossos testes, desde jogos, câmera, alternância de aplicações, etc. Os únicos pontos negativos foram a questão das notificações que não aparecem – e me fez uma falta danada – e a bateria, que se mostrou muito fraquinha. Como ponto positivo e diferencial, citamos os variados – e de qualidade – acessórios inclusos.

O processador de 1.7 GHz e 8 núcleos deu bom desempenho ao sistema, embora ele tenha apenas 1 GB de memória RAM (note que pela faixa de preço, esse é o natural). O fatod e não ter nem mesmo a última versão do Android Kit Kat pode frustrar os usuários mais afoitos pela nova versão Lollipop, que não tem previsão (e creio que nem chances) de chegar ao Life 8.

Na faixa de preço de , o Blu Life 8 compete diretamente com nomes como o Asus Zenfone 5, o Moto G de segunda Geração, entre outros. Saindo bem em quase todas as batalhas, perdendo apenas para o Asus Zenfone 5, que conta com o dobro de memória RAM, mas perde em processamento, por isso, veja qual lhe será mais útil. Abaixo, uma comparação entre os 2.

[SPEC]14297,13479[/SPEC]

O smartphone foi cedido ao Oficina da Net por empréstimo pela Cissa Magazine, confira o site deles e veja os melhores lançamentos e preços de smartphones.

Review Blu Life 8

[relatorio]

Mais sobre: mobile Reviews Smartphones
Share Tweet
Recomendado
Objeto Relacionado
Comentários
Destaquesver tudo