Entrevista exclusiva com a brasileira do Mars One

Vamos falar do ousado projeto que visa colonizar Marte em 2024. Mais de 200 mil voluntários e hoje, uma brasileira. Entrevista exclusiva com Sandra Feliciano.

Por | @marciobohrer Ciência

Você já deve ter ouvido falar do projeto Mars One, certo? Se não, fique tranquilo que vou explicar. Trata-se de um projeto – no mínimo curioso – que quer levar 24 pessoas junto com uma porrada de equipamentos para habitar o planeta vermelho. Isso mesmo, começar uma pequena colonização em MARTE. O Planeta está a nada menos que 225.300.000 quilômetros da Terra.

Parece uma verdadeira loucura! Mas não é o a Fundação Mars One pensa, nem os mais de 200 mil voluntários para fazer parte da equipe. Mas vamos por partes.

Entrevista exclusiva com a brasileira do Mars One

Quem é Mars One?

O Mars One é uma fundação sem fins lucrativos que – segundo o site oficialvai estabelecer um assentamento humano permanente em Marte. Para eles as tecnologias necessárias para viver no planeta vermelho já existem.

O site ainda diz que o sucesso da primeira etapa vai cativar mais pessoas para fazer parte da equipe e a ideia é integrar uma nova remessa de pessoas a cada dois anos.

Mas será que estas pessoas escolhidas vão simplesmente embarcar aqui e desembarcar lá como moradores de Marte? Claro que não! A primeira data já foi prorrogada de 2018 para 2024 e, nos próximos anos, começam a viajar as primeiras cargas com equipamentos, satélites de comunicação e dois veículos de exploração, denominados Rovers.

Os: O Curiosity é um dos Rovers mais conhecidos da gente aqui no Oficina da Net.

Entrevista exclusiva com a brasileira do Mars One

De quem foi essa ideia?

Tudo começou em 2011 quando os membros da fundação Mars One, liderados pelo holandês Bas Lansdorp, reuniram especialistas da NASA e outras agências espaciais, além de representantes de empresas aeroespaciais privadas. Eles bolaram um plano estratégico para habitar Marte. Não demorou muito para os primeiros apoiadores aparecerem.

Doações

No site oficial do Mars One, o internauta tem a possibilidade de doar uma grana para ajudar o projeto. Segundo as informações do site, todo dia chegam novas doações e há inclusive uma lista com os maiores doadores. Os brasileiros já doaram mais de 7.500 dólares enquanto EUA, campeão de doações, arrecadou mais de 300 mil dólares. Ao total mais de 783 mil dólares foram arrecadados por doações voluntárias.

Divulgação

O criador do projeto, Bas Lansdorp esteve na Campus Party Brasil 2015, falou dos planos com o projeto e informou também o custo estimado da missão: US$ 6 BILHÕES.

Voluntários

Talvez seja a criação de cada pessoa, mas é normalmente pensável que embarcar numa viagem só de ida para Marte, deixando de lado amigos, família e tudo que você tem na Terra para habitar em outro planeta é uma tremenda loucura, certo? Mas o Oficina da Net noticiou aqui quando o projeto tinha 100 mil candidatos espalhados pelo planeta, entre eles havia um brasileiro de São Paulo. Também noticiamos quando o projeto atingiu mais de 200 mil inscritos

Deste total, mais de 10 mil eram brasileiros, é mole? Para conhecer os 100 voluntários escolhidos, acesse aqui.

A mais recente notícia sobre o projeto é a presença de uma brasileira entre os 100 principais selecionados, ou seja, do número total superior a 200 mil, hoje há apenas 100 aptos para concorrer às 24 vagas finais.

Sandra Feliciano da Silva 51 anos, é a última brasileira presente na seleção de voluntários que podem habitar Marte em 2024. Ela mora em Porto Velho – RO, é formada em administração e Direito, especialista em segurança pública e gestão de dados. É uma aficionada por ficção científica (escreve livros sobre o tema).

Entrevista exclusiva com a brasileira do Mars One

O Oficina da Net conseguiu, em parceria com a empresa de filmagens e fotografia de eventos, JD Digitais, uma entrevista com a Sandra. Ela conta como será sua preparação, conta também que não está assegurada como uma das escolhidas e nem mesmo os 24 escolhidos tem vaga garantida, visto que o treinamento é exaustivo e dura 8 (OITO) anos. Confira o vídeo que a conversa está bem bacana.

Até 2024 tem muita água para rolar, não é mesmo? Este post vai ficar aberto para seguir sendo atualizado e esperamos que a Sandra esteja entre os 24 tripulantes desta viagem.

Mais sobre: Mars One ciência NASA
Share Tweet
Comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar