Tesla Motors não atinge sua meta de vendas no último trimestre

Presidente-Executivo da fábrica de automóveis elétricos, Tesla, informou nesta quarta-feira, 11 de fevereiro, que a empresa não conseguiu cumprir com suas metas de vendas, frustrando assim as expectativas dos analistas.

Por Tecnologia Pular para comentários
Tesla Motors não atinge sua meta de vendas no último trimestre

No comunicado repassado a agência de notícias Reuters, Elon Musk informa que a companhia ao qual ele é o responsável, não conseguiu atingir as metas de vendas para o quarto trimestre do ano passado e muito menos conseguiu cumprir com as expectativas dos analistas quanto ao lucro obtido neste mesmo período.

Musk diz que: "Até 2025, a companhia possui uma meta, que é a de chegar ao valor de mercado na casa dos US$ 700 bilhões, igualando-se ao valor da Apple". Claro que isso foi apenas uma amostra de otimismo, pois a companhia havia anunciado o final de um trimestre desastroso, onde o setor de produção dos carros elétricos enfrentou inúmeros problemas e de entregas.

Um dos grandes fatores para esses números negativos foi à expansão de sua rede mundial de vendas, além, claro, do desenvolvimento do novo crossover Model X, que ajudou a aumentar as despesas operacionais no último trimestre para US$ 336,5 milhões, em quanto no mesmo período de 2013, a empresa havia obtido uma despesa de US$ 169,9 milhões, ou seja, um aumento de despesas na casa dos US$ 166,6 milhões em apenas um ano.

Tesla Motors não atinge sua meta de vendas no último trimestre

Já as despesas operacionais fecharam o ano fiscal em US$ 1,07 bilhões e devem crescer em 2015 mais ou menos entre 45% a 50%. Ainda de acordo com informações repassadas por Musk à agência Reuters, o fluxo de caixa livre no último trimestre fechou negativo em US$ 455,1 milhões, fechando com diminuição de US$ 1,91 bilhões se comparado ao terceiro trimestre, que fechou o período com US$ 2,37 bilhões.

Segundo o vice-presidente financeiro da Tesla Motors, Deepak Ahuja, o uso de dinheiro em caixa da empresa para o próximo ano, deverá ficar em US$ 1 bilhão a menos que em 2015. Musk também disse no final desta quarta-feira à analistas que a "companhia deverá voltar a ter um bom fluxo de caixa somente no final de 2015 e não vê a necessidade de levantar fundos adicionais no momento".

Em relação a esses dados apresentados ontem, 11 de fevereiro, a Tesla teve um prejuízo trimestral de US$ 107,6 milhões, com suas ações ficando na casa de US$ 0,86 (cada ação); a receita trimestre teve um acréscimo, fechando em US$ 956,7 milhões.

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Carregar comentários