Review Zenfone 6

Maior aparelho da família Zenfone está no Brasil por R$ 999,00 e espera alcançar a mesma popularidade do Zenfone 5.

Por | @marciobohrer Smartphones

Há alguns dias a Asus descarregou no Brasil dois novos produtos que já fazem sucesso em países da Ásia e Europa, o Zenfone 5 e 6. Este último passou a ser comercializado dias depois do seu irmão menor. O lançamento foi incrível no mercado brasileiro, público que antes deleitava-se no excelente Moto G como melhor smartphone na relação custo/benefício do mercado brasileiro. Agora o consumidor exerce poder de escolha entre os aparelhos deste segmento, até travamos uma batalha entre os dois. Quem é o melhor? Acesse aqui.

O Zenfone 6 chegou com menos alarde e glamour, mas isso não significa que o aparelho é fraco e inocente. Faço o convite para explorarmos hardware, software, interface e design deste aparelho que é grande por fora (6”) e grande por dentro. Vamos ver se o Intel Atom z2560 de 1,6 GHz e 2 GB de RAM são suficientes para carregar este enorme aparelho.

Embalagem

Assim como no Zenfone 5 a embalagem do Zenfone 6 é bastante simples, rígida e elegante. Dentro da caixa estão os utensílios padrão de smartphones: cabo de transferência de dados e energia, adaptador de energia, fones de ouvido e os livretos de manual do usuário.

Review Zenfone 6

A sensação chega a ser curiosa, pois o Zenfone 6 é praticamente igual ao Zenfone 5, salvo apenas o tamanho e um detalhe bem interessante que vamos falar depois. O modelo que recebemos desta vez, diferente do Zenfone 5, possui a capinha preta, igualmente construída em policarbonato fosco. A única diferença relevante entre o design dos Zenfone 5 e 6 está nos botões físicos de volume e power – foram trocados de ordem por uma necessidade de utilização – que estão em posições invertidas. A mudança se dá para facilitar o manuseio do aparelho.

Se você não conhece o Zenfone 5, fique tranquilo, você pode acessar o review dele aqui. A traseira do Zenfone 6 é lisa e, por vezes, escorregadia. Ela possui uma curvatura que ajuda a amenizar o tamanho do aparelho em suas mãos. É, falo exatamente em mãos, isso porque o Zenfone 6 é enorme.

Review Zenfone 6

É claro que estamos falando de um Phablet, cuja proposta é realmente confundir o uso de um smartphone com um tablet. Sendo assim, tive que conviver diariamente com a tensão de carregar o aparelho no bolso; ao sentar sentia pequenos estalinhos vindos do aparelho. Tenso, não é? Mas tudo certo, nenhum arranhão ou trincas.

Leia também:

Ele possui 166,9 mm de altura por 84,3 mm de largura e 9,9 mm de espessura. Se pegarmos como comparação as dimensões de outro phablets conhecido, como o Sony Xperia T2 Ultra, teremos as seguintes dimensões: 165,2mm x 83,8mm x 7,65mm.

Se você pegar o Zenfone 6 de frente, verá na parte superior uma saída de som com acabamento metalizado, o logo da Asus logo abaixo, a câmera frontal (2MP) do lado direito e quase escondidos o sensor de proximidade e o LED de notificações. Na parte de baixo, a característica faixa metalizada e pouco mais acima, os botões capacitivos.

Review Zenfone 6

Na lateral esquerda temos apenas uma pequena fenda no canto inferior que nada mais é que o local onde você vai abrir a capinha a fim de inserir os Chips (2) e/ou o cartão SD.

Review Zenfone 6

Na outra lateral você encontra o botão de power, desta vez abaixo dos botões de controle de volume. Eles também possuem acabamento diferenciado e podem receber comandos específicos como acionar a câmera quando a tela está desligada e captar uma imagem pressionando o botão de menos (-) do volume.

Review Zenfone 6

O topo do Zenfone 6 reserva espaço para conectar os fones de ouvido e possui também um orifício que serve como microfone auxiliar. Na parte de baixo, no entanto, estão o microfone principal e a entrada/saída microUSB.

Review Zenfone 6

A traseira do aparelho reserva novamente espaço para o logo da Asus, acima dele o Flash em LED e mais acima a câmera de 13MP.

Review Zenfone 6

Assim como em seus outros aparelhos, a Asus entrega para seu consumidor produtos enxutos e competentes, além da elegância sem esbanjar custos de produção – que encarecem os aparelhos do mercado atual.

Eis mais uma semelhança com a versão de cinco polegadas do Zenfone, seu hardware é praticamente idêntico ao do seu irmão. O Zenfone 6 possui o mesmo Intel Aton Clover Trail Plus de 1,6 GHz e CPU Z2560. Além disto, o aparelho possui 2 GB de memória RAM e 16 GB de armazenamento interno – expansível para mais 64 GB via cartão microSD. Seu concorrente, o Xperia T2 Ultra, vem equipado com um processador quad-core Qualcomm MSM8228 de 1.4 GHz e 1 GB de RAM.

Desempenho

A capacidade de processamento e agilidade entre os aplicativos pode ser percebida quando se usa o Zenfone 6 de forma mais intensa. O telefone travou em duas oportunidades, sempre com uso mais intenso da câmera e outros apps pesados, todos ao mesmo tempo. Isso faz do Zenfone 6 um péssimo aparelho? Claro que não! O Zenfone 6, assim como o Zenfone 5, consegue entregar o que lhe está proposto. Você não deve esperar por um “The Flash”, mas também não precisa se preocupar, o Zenfone 6 não é uma “tartaruga”.

Na prática você pode navegar entre aplicativos mais pesados e games sem se preocupar, o aparelho sofreu engasgos em algumas oportunidades, mas nenhum que comprometeu o relacionamento fiel entre usuário e smartphone.

Benchmarks

O tamanho do carro maior porém com mesmo motor pode ter prejudicado o Zenfone 6. Nos testes de benchmark ele teve desempenho inferior ao seu irmão Zenfone 5 em todos os testes. Utilizamos três aplicativos em todos os reviews do site. São eles: 3D Mark, Vellamo e Antutu Benchmark. 

O Vellamo realiza três testes distintos, um deles força apenas um dos núcleos do processador a fim de tirar o máximo desempenho dele. Em outro teste o processador todo sofre os "ataques" do aplicativo. Completando a sequência de testes, o aplicativo utiliza os browsers existentes no aparelho, o intuito é de ver como o smartphone se comporta quando conteúdos de peso são acessados. Confira as pontuações:

3D Mark

Review Zenfone 6

Vellamo

Review Zenfone 6

Antutu

Review Zenfone 6

Lembre-se que testamos o Moto G de segunda geração e as notas apresentadas por ele não foram excelentes, no entanto o aparelho é um dos que proporciona a melhor experiência custo/benefício. Outro clássico exemplo é do Galaxy S5, aparelho top de linha da Samsung e não representou todo este poderio nos testes de benchmarks. 

Display

O mais que aprovado display IPS LED inserido no Zenfone 5 está também presente no Zenfone 6, só que uma polegada maior. Ele possui resolução de 720 x 1280 HD e, por conta das seis polegadas, obtém 244 pixels por polegadas da tela (ppi). O que isto representa na prática? Significa que você possui 244 pixels em cada polegada da tela, ou seja, fica bem difícil você ver pontos destacados na tela do Zenfone 6 e as fontes, números e ícones de aplicativos são vistos sem ruídos. Sob iluminação em 100% a visualização de tela é excelente.

Review Zenfone 6

Para proteger a tela de eventuais riscos e quedas, o Zenfone 6 contém uma camada de vidro com tecnologia Gorilla Glass 3. Que tal entender melhor o que é e como funciona esta tecnologia? Clique aqui.

Review Zenfone 6

Som e fones

Com o aplicativo do Google Play Music você estará mais que amparado para escutar suas músicas, mas o Zenfone 6 também possui seu próprio tocador musical. Atividade ainda mais legal se você usar os excelentes fones de ouvido que acompanham o dispositivo. Eles são pequenos e muito funcionais, além de possuir outras ponteiras a fim de fornecer ao usuário o máximo de ergonomia.

Review Zenfone 6

Conectividade

O Zenfone 6 possui conectividade idêntica a seu irmão (5); não possui conexão LTE (4G). Com ele você possui Wi-Fi 802.11 b/g/n, Bluetooth 4.0, MicroUSB 2.0, A-GPS, HSPA+ e 3G.

Como a grande maioria de smartphones modernos e na faixa de preços emergentes, o Zenfone 6 é Dual chip, ambos podem utilizar a conexão 3G das respectivas operadoras, mas vale ressaltar que a conexão 3G não funciona simultaneamente.

[SPEC]13926,13479[/SPEC]

Os característicos aplicativos auxiliares de interação com o sistema e com seus amigos estão também presentes no Zenfone 6 (Party Link, Share Link e o Remote Link). O app que mais gostei foi o PC Link, cuja especialidade é conectar seu celular ao computador e permite que você use o smartphone diretamente da tela do PC, veja a imagem.

Review Zenfone 6

Bateria

Se a Asus errou em manter o mesmo processador nos Zenfones 5 e 6, é na bateria que o aparelho se sobressai a de seu irmão. São 3300 mAh “contra” apenas 2050 mAh do Zenfone 5. Mas será que na prática é assim também? Mais ou menos! Quer dizer, sob uso moderado o aparelho pode garantir tranquilidade para dois dias de uso. Já sob uso intenso você garante um dia completo sem precisar pendurar o smartphone na tomada.

Review Zenfone 6

Em diversas oportunidades fui dormir tarde e com a bateria do smartphone em 75% depois de um dia calmo. Já em outros, tive de carregar a bateria junto com as minhas (dormindo), por medo de ficar na mão durante o outro dia. Tudo depende da frequência de uso que você dá ao seu aparelho.

Câmera

Outro ponto importantíssimo e determinante para adquirir um novo smartphone, sem dúvidas, é a câmera. No Zenfone 6 ela chega com 13 megapixels na câmera traseira (no Zenfone 5 são 8 MP) com abertura f2.2 e um flash de LED para iluminar o ambiente quando necessário. As imagens da câmera traseira possuem tamanho original de 4096 x 3072 (12,6 MP em 4:3). Você também pode alterar o formato da imagem para 16:9, mas aí o tamanho da imagem cai para 9,4 MP. Apesar da queda de "megapixels" as fotos são boas, você só precisa encontrar um ponto de foco adequado. Este é um dos pontos negativos desta câmera, ela demora para encontrar um ponto de foco bom e por vezes demora para captar a imagem.

Você também pode fazer vídeos em FullHD com o Zenfone 6. O sensor do aparelho sofre, em vídeo, os mesmos problemas que para fotografias, ou seja, você não pode exigir que um vídeo noturno saia com qualidade de cinema. Lembre-se que o foco do Zenfone 6 não está em sua câmera.

Review Zenfone 6

Outro ponto falho da câmera é o zoom pífio que praticamente desfigura a imagem. É possível ver os pontos de ruído e as cores estouradas.

Review Zenfone 6
Foto com Zoom elevado. Este animal é uma Ema!

No exemplo abaixo escolhi uma imagem feita sob baixa incidência de luz. Com a foto em tamanho original é possível ver os pontos "queimados" pelo sensor. No entanto este problema ocorre em todos os smartphones (salvo aparelhos top de linha ou com foco na fotografia, como o Galaxy K Zoom)

Review Zenfone 6

Como o Android Lollipop ainda não foi disponibilizado para os aparelhos da Asus, tomei a liberdade de fazer download – no Google Play - do app da câmera para o SO mais recente e passei a usá-lo como app primário da câmera.

Review Zenfone 6

O sistema que acompanha o Zenfone 6, inicialmente, é o Android 4.4.2 KitKat, no entanto, a Asus já confirmou o upgrade automático para seus aparelhos a partir de abril de 2015. Tenho certeza que os usuários estão ansiosos pela atualização. Até lá, como já citei acima, você pode usar alguns apps que já estão disponíveis para download na loja do Google, como a câmera e o Messenger (aplicativo nativo de mensagens SMS).

Review Zenfone 6

No Zenfone 6 o Android não é “puro” como no Moto X (veja o review completo dele aqui), por exemplo, mas contém algumas modificações aplicadas pelo ZenUI Launcher. A customização é bem amigável e não exige muito trabalho dos 2 GB de RAM, além de dar um toque da Asus em seus aparelhos, o launcher apresenta inúmeras – podemos chamar de – vantagens, como os apps de interação (PC Link, etc). Outros apps nativos como o ÁudioWizard, WebStorage, Economizador de energia, SuperNote, Do It Later, Backup de aplicativos e outros mais.

Review Zenfone 6

Você também pode alterar as cores do sistema pelo Splendid. Pode deixar as cores mais frias ou mais quentes, além de acrescentar pigmentações e saturação. Ps: estes valores são mudados apenas dentro do aparelho.

Em outras palavras, temos em mãos um sistema fluído e super agradável de mexer, com alguns aplicativos repetitivos mas não de todo inúteis e até um “Espelho”. Este mesmo sistema pode sofrer alterações feitas pelo usuário, tanto nas características de cores existentes como nos papéis de parede animados.

O Zenfone 6 é um Phablet de 6 polegadas, maior que seus concorrentes e, por vezes, incômodo para um novo usuário deste padrão de aparelhos. Mas fornece ao seu cliente um ótimo sistema operacional, com upgrade garantido para abril, e constantes atualizações da bonita ZenUI Launcher. Um hardware que poderia ser mais potente, se comparado a seus concorrentes e até mesmo ao seu irmão menor, o Zenfone 5.

Embora seja limitado para ser considerado um top de linha, o Zenfone 6 é um smartphone intermediário que ganha força com a ajuda do sucesso alcançado pelo seu irmão. Ele pode ser encontrado a partir de R$ 999,00 na loja da Asus no Brasil. Agora, se você procura uma relação custo/benefício realmente eficaz e que o desempenho seja mais satisfatório, a opção de 5 polegadas é muito bem-vinda.

[relatorio]

Mais sobre: Zenfone, mobile, smartphones
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhadosObjeto Relacionado
Comentários