Chave Inglesa é fabricada na ISS através de uma impressora 3D

Astronautas da ISS criam ferramenta através de impressora 3D; sendo esse o "primeiro" objeto criado no espaço que realmente foi utilizado por eles durante um dos seus trabalhos.

Por | @oficinadanet Tecnologia

Segunda-Feira, 22 de dezembro de 2014; olá amigos leitores, vocês já imaginaram alguém lhe enviar uma chave inglesa por e-mail? Acredito que vocês devam estar pensando, isso é impossível, ou, pelo menos há grandes chances de não funcionar; calma, realmente, no “papel” jamais irá funcionar, mas com a tecnologia de hoje isso já é possível, e foi usando essa mesma que a NASA, Agência Espacial Norte Americana, se embasou quando enviou por e-mail a tal peça até a Estação Espacial Internacional – ISS.

Ao receber o dito “e-mail”, os astronautas que lá estão se utilizaram de uma impressora 3-D que funciona com gravidade “ZERO” para fabricar a tal peça; esse não é o primeiro objeto em 3D que foi impresso no espaço, até agora 21 deles foram “fabricados” na EEI, mas esse é o primeiro objeto fabricado por ela que um astronauta precisa realmente.

Tudo na verdade começou com um pedido do comandante da estação, Barry Wilmore, que solicitou aos fabricantes da Made In Space (fabricante da impressora) uma ferramenta e assim o fizeram, desenvolvendo o plano para a produção da chave na referida impressora.

Chave Inglesa é fabricada na ISS através de uma impressora 3D

Primeiramente, os desenvolvedores da impressora desenvolveram uma versão terrestre para ver se daria certo, após concluírem que sim, receberam o certificado da NASA e a partir daí, enviaram o projeto e o código por e-mail até a ISS e começaram a imprimir, onde após quatro horas de “fabricação” conseguiram a chave de parafuso, pois vale salientar que a fabricação de um objeto na impressora 3D necessita de pelo menos algumas horas para a sua fabricação.

De acordo com o presidente da Made In Space, Mike Chen, esse projeto é muito importante para nós, onde ele declara o seguinte: “Iremos estudar os efeitos da microgravidade em nosso processo de impressão em 3D, para que assim possamos modelar e prever o desempenho dos objetos que iremos fabricar no futuro”.

Mais sobre: Impressora 3D ciência NASA
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar