Com avanço da tecnologia, milhares de postos de trabalho serão extintos

Trabalhadores também precisam se adaptar com a chegada das novas tecnologias. O que antes era feito somente pelas mãos dos homens, hoje existem máquinas que desenvolvem tal serviço.

Por | @oficinadanet Tecnologia

A tecnologia está por todos os lugares, isso é fato. As indústrias, por exemplo, cada vez mais fazem uso de máquinas para desenvolver o trabalho que antes pertencia ao homem. No entanto, apesar da grande importância, o avanço tecnológico é um fator preocupante para muitos.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Deloitte e a Universidade de Oxford, cerca de 10 milhões de cargos podem ser substituídos pelo uso da tecnologia no Reino Unido nos próximos 20 anos.

O estudo revela que tarefas repetitivas e menos remuneradas estão cada vez mais em risco. Assim, os trabalhadores que recebem até 30 mil libras por ano possuem cinco vezes mais chances de perder o emprego, se comparado aos profissionais que recebem 100 mil libras por ano.

Trabalhadores das áreas de administração, vendas, transportes, construção e mineração são os que mais serão afetados com o avanço da tecnologia. Já os profissionais que ocupam cargos em computação, ciências, artes, mídia, engenharia, educação, direito, saúde e serviços financeiros ainda estão assegurados.

Tal realidade não irá afetar somente o Reino Unido. Um estudo realizado pela CareerBuilder revela que a tendência ocorre também nos Estados Unidos, sendo que um em cada cinco empresas já substituíram seus profissionais por sistemas automatizados.

O levantamento sugere que 257 ocupações sofreram queda na demanda por trabalho desde 2002. No entanto, nada está perdido. Do mesmo modo que alguns cargos são extintos, outros acabam surgindo. Segundo a CareerBuilder, grande parte das empresas (68%) que substituíram os seus funcionários por sistemas automatizados disseram que com a implantação de novas tecnologias surgiram novas posições nas companhias.

O uso cada vez mais acelerado da internet também é um fato determinante em algumas áreas de trabalho. Entre 2002 e 2014, por exemplo, mais de 38 mil agentes de viagens perderam suas vagas. Isso tudo em decorrência da atual tendência, os serviços online.

Porém, conforme comentado anteriormente, na mediada que alguns setores dispensam profissionais, em outros a demanda costuma ser grande. Nos Estados Unidos, no mesmo período citado acima, cargos de desenvolvedores de software e desenvolvedores web tiveram um grande crescimento.

Fonte: Exame

Mais sobre: industria maquinas trabalhadores
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo