Google anuncia construção de cabo de fibra ótica entre os EUA e Brasil

Google divulgou nesta última quinta-feira, 09 de outubro, que um cabo de fibra ótica ligará os Estados Unidos ao Brasil; tal medida terá com intuito a melhora do acesso a banda larga na América Latina.

Por Hardware Pular para comentários

Para melhorar a infraestrutura da internet no Brasil e na América Latina, o maior site de buscas do mundo, irá bancar em parceria com outras empresas a instalação de um cabo submarino de fibra ótica que ligará o Brasil aos Estados Unidos. O cabo sairá de Boca Raton, na Flórida e percorrerá pelo fundo do mar a extensão de 10 mil km, até as cidades de Fortaleza e Santos.

Google anuncia construção de cabo de fibra ótica entre os EUA e Brasil

De acordo com Cristian Ramos, gerente de parcerias de desenvolvimento de infraestrutura de internet para a América Latina, escreveu no blog oficial da companhia que: "Esse novo cabo contribuirá com o crescimento econômico da região ao aumentar a capacidade existente".

Já o Google divulgou dizendo que a verdadeira meta deste projeto, é o de ampliar a estrutura necessária à conexão entre os usuários latinos e as sedes das maiores centrais de dados, acessadas no mundo, apresentando um aumento da implantação das redes LTE 4G e das redes de fibra ótica.

A divulgação do projeto foi anunciada nesta última quinta-feira, 09 de outubro, e terá a parceria de vários grupos, entre eles o Google, dos Estados Unidos, Angola Cables, de Angola, a estatal Antel, do Uruguai e Algar Telecom, do Brasil. O cabo que ligará o país norte americano ao Brasil possuirá seis pares de fibra ótica, tendo como já descrevemos 10 mil km de extensão, aumentando assim a expansão já existente da banda larga em 64 Terabits por segundo.

Em relação ao projeto, o governo uruguaio divulgou uma nota que diz o seguinte: "Este investimento faz parte de um esforço conjunto para construir a malha da internet, preparando nosso país e a região para o aumento da demanda".

O investimento da "obra" está orçado em aproximadamente US$ 400 milhões, tendo a previsão de conclusão para o final de 2016. O projeto será executado pela TE Connectivity SubCom, empresa essa especializada em telecomunicações submarinas.

Compartilhe com seus amigos:
Equipe Oficina da Net
Equipe Oficina da Net A equipe do Oficina da Net está aqui para fornecer a você os melhores conteúdos, artigos, tutoriais, dicas e muito mais. Somos loucos por tecnologia, ciência, e por ajudar as pessoas.
FACEBOOK // TWITTER: @oficinadanet
Quer conversar com o(a) Equipe, comente:
Carregar comentários
O que é mais importante em um smartphone?
Bateria(28,04%)
Câmera(10,19%)
Performance(57,34%)
Aparência(2,01%)
Tela(2,43%)