Tatuagem do Google destrava tela inicial de celular

Sequência numérica para destravar celular não é usada por metade dos donos de celulares.

Por | @oficinadanet Tecnologia

O Google desenvolveu uma nova tecnologia que pretende acabar com as embaraçosas sequências numéricas ou então com a ligação de pontos para destravar a tela do aparelho celular. Na quarta-feira (23), a gigante das buscas, em parceria com a chinesa Vivalnk, apresentou uma tatuagem eletrônica capaz de desbloquear um smartphone ao entrar em contato com a marcação. Por enquanto, a novidade só é válida para smartphones da linha Moto X.

A tatuagem eletrônica foi desenvolvida pelo setor do Google responsável por inovações de tecnologias móveis, reunindo os projetos de pesquisa e desenvolvimento que pertenciam a Motorola Mobility, que foi vendida pela empresa à Lenovo no início deste ano.

Quando ainda pertencia ao Google, em 2013, a Motorola registrou patente de uma tatuagem eletrônica que, fixada ao pescoço, poderia funcionar como microfone de smartphones.

Tatuagem do Google destrava tela inicial de celular

Deepak Chandra, chefe de projetos da ATAP, disse que as pessoas costumam demorar muito para destravar um celular. Por esse motivo, mais da metade de donos de celulares deixam os seus aparelhos sem uma sequência de bloqueio específica, o que pode deixar uma lacuna em aberto para possíveis roubos de dados pessoais.

De acordo com o vice-presidente de tecnologia da Vivalnk, Junfeng Mei, a tatuagem eletrônica conta com materiais flexíveis em um dispositivo com sensor de RFID, para poder se comunicar com o Moto X.

O dispositivo pode durar até cinco dias na pele e não sai na água. O pacote com dez unidades da tatuagem custa US$ 10.

Mais sobre: google destravar motox
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar