WhatsApp e Facebook integrados. Será?

Depois da compra, especialistas acreditam que, por enquanto, cada um fica para seu respectivo lado.

Por | @oficinadanet Redes sociais

De acordo com um comunicado emitido pela rede social de Mark Zuckerberg, o Facebook adquiriu o WhatApp por incríveis US$ 16 bilhões. Inicialmente, os usuários do serviço de mensagens instantâneas podem ficar tranquilos, nada irá mudar.

A notícia da transação foi divulgada a partir de um documento entregue pela companhia de Mark Zuckerberg à SEC (Securites and Exchange Comission), comissão responsável por fiscalizar as atividades das companhias abertas dos Estados Unidos.

O Facebook garantiu que não irá fazer qualquer tipo de fusão entre o Facebook Messenger e o WhatsApp. Nenhuma outra novidade sobre o aplicativo foi anunciada, o que indica que, por enquanto, tudo continuará da mesma forma.

A sede do WhatsApp permanecerá em Mountain View, na Califórnia, do mesmo modo, a equipe continuará a mesma.

WhatsApp e Facebook integrados. Será?

Leia também:

“O Facebook apoia um ambiente onde pessoas com mentes independentes podem criar companhias e focarem no seu crescimento, enquanto se beneficiam da expertise e dos recursos do Facebook. Este modelo está funcionando muito bem com o Instagram, e o WhatsApp funcionará da mesma maneira”, diz nota oficial do Facebook. 

Segundo o Facebook, o WhatsApp possui 450 milhões de usuários, do total, cerca de 70% são ativos. O aplicativo segue em crescimento, recebendo milhares de novos usuários todos os dias.

No futuro, especialistas acreditam que o serviço de mensagens instantâneas poderá ganhar alguma integração com o Facebook, como um login único, por exemplo. Mas até o momento, tudo está da mesma forma, apenas WhatsApp e Facebook Messenger.

Mais sobre: facebook whatsapp compra
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar