Oficina da Net Logo

Pai faz apelo ao Facebook para ver o look back do filho morto

No vídeo de 1 minuto e 26 segundos, John Berlin pede para ver o vídeo Look Back do filho

Por | @nmuller99 Redes sociais Pular para comentários

John Berlin fez um pedido comovente ao Facebook, na última quinta-feira. Ele desejaria assistir ao vídeo Look Back, as memórias dos usuários no Facebook, do seu filho, que faleceu em 2012, mas a conta ainda mantém-se ativa. Às lágrimas, Berlin explica que gostaria de assistir a retrospectiva feita pela rede social. 

O problema é que a rede social proíbe acesso a contas de pessoas que morreram.

No vídeo de 1 minuto e 26 segundos, John Berlin, que mora em Saint Louis, no Missouri, agradece a Mark Zuckerberg, cofundador e presidente-executivo do Facebook, por ter lançado o mecanismo de vídeos que remontam a atividade dos perfis no site, chamado de “A Look Back” (A retrospectiva), na sua comemoração de 10 anos. Até a publicação, o vídeo de Berlin já havia sido visto mais de 1 milhão e oitocentas de vezes.

“Meu filho morreu em 28 de janeiro de 2012 e nós não podemos acessar a conta dele no Facebook. Eu tentei enviar e-mails, mas não está funcionando. Nós só gostaríamos de ver o vídeo dele, só isso.” Leia em destaque: Como reconhecer e denunciar Fake News no WhatsApp e Facebook?.

Veja mais notícias sobre o Facebook.

Em comentário na página também na quinta-feira, o americano disse que foi contatado pelo Facebook e que a rede social prometeu fazer o vídeo de seu filho.

Deu certo, acabo de ser contactado por telefone pelo Facebook e eles farão um video para nós. Também disseram que vão analisar formas de ajudar melhor famílias que tenham perdido seus entes queridos.

Veja o vídeo:

MAIS SOBRE: #facebook  #vídeo  #apelo  #a look back
Comentários
Carregar comentários
  • PARTICIPE DA NEWSLETTER

    As novidades de tech no seu
    e-mail, inscreva-se grátis ;)