Equipe do Facebook faz piada com a tese de queda dos 80%

Segundo a piada dos pesquisadores do Facebook, Princeton vai ficar sem estudantes até 2021 e 2060 não haverá mais ar no planeta.

Por | @nmuller99 Redes sociais

Ontem noticiamos que dois doutorandos da universidade de Princeton, nos Estados Unidos, elaboraram uma tese baseado em epidemiologias, onde o resultado era que a rede social perderia 80% de seus usuários até 2017. Logo após a notícia cair nas telas do Facebook, a empresa fez uma analogia com a própria teoria criada pelos estudantes, dizendo que da mesma forma em que o Facebook perderia seus 80% de usuários, a Universidade de Princeton ficaria sem estudantes até 2021.

O texto de Princeton estabelece uma analogia entre a curva de adoção, ascensão e queda das redes sociais com as doenças infecciosas, e baseia seus prognósticos em tendências extraídas de "dados públicos de buscas realizadas no Google".

“Como muitos de vocês, nós ficamos intrigados com um recente artigo de pesquisadores de Princeton prevendo a iminente morte do Facebook”, escreveram Mike Develin, Lada Adamic, e Sean Taylor, cientistas de dados do Facebook.

“Usando a mesma metodologia robusta apresentada no texto, nós tentamos encontrar mais sobre a Universidade de Princeton e você não vai acreditar no que nós descobrimos”, provocaram. 

Mas a piada ainda foi além. "Enquanto estamos preocupados com a Universidade de Princeton, nós estamos ainda mais preocupados com o destino do planeta. As pesquisas no Google do termo "ar" também caíram de forma contínua e nossas projeções mostram que para o ano de 2060 não haverá mais ar", afirmou o estudo do Facebook.

E agora? Vamos aguardar alguns anos para ver quem estava certo.

Mais sobre: facebook
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo
  • ASSINE NOSSA NEWSLETTER

    As melhores publicações no
    seu e-mail

  • Preencha para confirmar