BlackBerry vendida por US$ 4,7 bilhões

Empresa de telefonia móvel, BlackBerry, foi vendida por US$ 4,7 bilhões. A companhia está enfrentando um grave crise financeira.

Por | @RafaelaPozzebon Negócios

Nesta segunda-feira (23), a BlackBerry informou que será vendida para o consórcio liderado por seu maior acionista, Fairfax Financial Holdings, por US$ 4,7 bilhões.

Em comunicado, a chair da BlackBerry, Barbara Stymiest, disse que o comitê está "buscando a melhor saída disponível para os constituintes da companhia, incluindo os acionistas". 

A Fairfax é comandada pelo investidor canadense Prem Watsae, que conta atualmente com 10% da fabricante canadense. A empresa ofereceu o valor de 9 dólares para cada ação da BlackBerry.

"Podemos entregar valor imediato aos acionistas, enquanto continuamos a execução de uma estratégia de longo prazo em uma empresa privada com foco em soluções superiores e seguras para os clientes da BlackBerry em todo o mundo", disse Watsa em comunicado. O anunciado ocorreu poucos dias após o lançamento do Z30, o smartphone topo de linha produzido pela Blackberry.

Desde a última sexta-feira (20), as ações da BlackBerry estão em forte queda, quando a companhia informou que a empresa teria que demitir vários empregados e que somaria um grande prejuízo financeiro. O comunicado emitido pela companhia informou também que processo de due dilligence será concluído no dia 4 de novembro. Com isso, neste meio tempo, a BlackBerry pode estudar outros negócios para a sua compra.

Mais sobre: Blackberry, vender, comapanhia
Share Tweet
DESTAQUES
Mais compartilhados
Comentários