NVIDIA diz que jogadores com melhores placas de vídeo levam vantagem sobre os demais em jogos Battle Royale

Os dados mostram que os jogadores que jogam com placas de vídeos mais poderosas e com monitores de atualização altas contam com uma proporção Kill/Death (acerto letal/morte) maior do que os jogadores que jogam com GPUs inferiores com monitores de 60 Hz.

Por | @oficinadanet NVIDIA Pular para comentários

A NVIDIA publicou em seu site internacional um artigo que mostra que jogadores de games em estilo Battle Royale  com altas taxas de FPS (quadros por segundo) e como a tecnologia das placas de vídeo e dos monitores pode ajudar os jogadores a terem um melhor rendimento em games como Fortnite, Apex Legends e PUBG.

A NVIDIA possui parceria com profissionais da esports há vários anos para desenvolver o hardware mais competitivo possível. As placas de vídeo são otimizadas para entregar uma alta taxa de quadros, o que melhora a latência, ou seja, o tempo de resposta entre apertar a tecla e obter a ação desejada. 

Nvidia apresenta pesquisa sobre placas de vídeos e games.Nvidia apresenta pesquisa sobre placas de vídeos e games.

Como já é conhecido,  processadores gráficos melhores e taxas de quadros por segundo mais altas podem melhorar o tempo de reação do jogador, mesmo assim, a NVIDIA quis descobrir como isso tudo pode se traduzir em maior competitividade nos jogos de Battle Royale para o jogador comum.

A companhia analisou as taxas de acerto/morte de um jogador comum nos principais jogos Battle Royale em relação a placa de vídeo usada. As descobertas foram compartilhadas pela empresa.

A análise não foi programa para ser um experimento controlado, mas sim uma observação de dados de jogadores do mundo real. Os dados revelam o que já é esperado, que as taxas de quadros mais altas colaboram no tempo de reação e também no desempenho competitivo.

Veja mais notícias sobre placas de vídeo;

Os dados mostram que os jogadores que jogam com placas de vídeos mais poderosas e com monitores de atualização altas contam com uma proporção Kill/Death (acerto letal/morte) maior do que os jogadores que jogam com GPUs inferiores com monitores de 60 Hz.

Para jogos no estilo Battle Royale, 60 FPS (quadros por segundo) e 60 Hz para monitores não são mais suficientes. Assim para se tornar realmente competitivo nesses jogos, é necessário otimizar o sistema para rodar a mais de 144 FPS, e também emparelhá-lo com um monitor de atualização alto.

Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal