Saiba o porquê Hayao Miyazaki concordou em lançar os filmes do Studio Ghibli na Netflix

Descubra o porquê Hayao Miyazaki concordou em lançar os filmes do Studio Ghibli na Netflix. Seu amigo de longa data (co-fundador do estúdio) conta como foi.

Hayao Miyazaki. Fonte: soranews24
Hayao Miyazaki. Fonte: soranews24

Muitos foram pegos de surpresa quando o Studio Ghibli anunciou que permitiria que a Netflix disponibilizasse seus filmes em sua plataforma de streaming. Entretanto, nada foi dito oficialmente sobre o motivo pelo qual Hayao Miyazaki autorizou a ação. Recentemente o amigo de longa data do produtor de filmes de animação e co-fundador do estúdio, Toshio Suzuki, revelou o motivo por trás da decisão.

O estúdio de produção de filmes de animação japonês é conhecido por proteger com unhas e dentes suas produções. Inclusive, houve um caso em que foi enviado uma espada de samurai com os dizeres "sem cortes" para Harvey Weinstein, que tinha intenções de cortar partes do título "Princesa Mononoke" nos EUA. Hayao Miyazaki também é famoso por seus comentários ríspidos contra dispositivos eletrônicos e fãs de anime, então é difícil acreditar que ele cedeu tão facilmente.

Por que a decisão repentina de Hayao Miyazaki compartilhar seus filmes online?

Durante um evento em Toquio no dia 7 de março, Toshio comentou sobre a distribuição digital dos filmes do Studio Ghibli com a Netflix, dizendo:

"Teatros e DVDs são importantes, mas acho que a distribuição também é importante. O dinheiro que isso traz pode cobrir os custos de produção do um filme."

Toshio disse que depois que foi suspensa a proibição de distribuição digital dos filmes, ele conseguiu convencer Hayao Miyazaki de lançá-los na Netflix.

Durante uma sessão de palestras na HMV & BOOKS, para a estreia de um livro de fotos que mostrava o Museu Ghibli, chamado Ghibli Bijutsukan no Monogatari" ou "Contos do Museu Ghibli", Toshio respondeu durante o tempo reservado para as perguntas sobre o motivo da distribuição dos filmes do estúdio pela Netflix. No passado, Miyazaki criticava dispositivos mobile como smartphones e iPads. De acordo com o Toshio:

"Hayao Miyazaki está atualmente fazendo um filme, mas está demorando muito tempo. Quando isso acontece, é natural que também exija muito dinheiro. Eu disse a ele que isso pode cobrir os custos de produção desse filme. Quando eu disse isso, ele disse: "Bem, não há nada que eu possa fazer então."

Toshio se divertiu explicando como ele convenceu um dos diretores de filmes de animação mais inflexíveis do país a autorizar a distribuição digital.

"Primeiro, Hayao Miyazaki não sabe exatamente o que são serviços de streaming de vídeo como o Netflix. Ele não usa computadores pessoais, ele não usa smartphones. Então, quando você menciona a distribuição digital para ele, ele simplesmente não entende."

Porque escolher a plataforma de streaming Netflix?

Segundo Toshio:

"Com a Netflix, começamos a ver novos filmes sendo produzidos no serviço de streaming, o que acho interessante. Ao mesmo tempo, eles estão fazendo filmes com projetos com os quais as empresas de filmes nunca teriam concordado antes. Isso se deve à distribuição sob demanda, e acho que é realmente uma coisa boa. "

Toshio pareceu elogiar muito a plataforma de streaming e a maneira como ela está expandindo as barreiras do cinema através de lançamentos originais nos últimos tempos. Miyazaki saiu de sua aposentadoria somente para fazer o que, segundo ele, é o seu último filme, o qual quer deixar para o neto, tão querido. Por esse amor do fundador para com seu neto, ele até concorda com a distribuição digital, para que ele possa terminar sua obra.

O que achou do motivo relatado por Toshio Suzuki sobre a permissão da distribuição dos filmes do Studio Ghibli na Netflix? Comente abaixo e compartilhe conosco! Não deixe de conferir também outras matérias sobre o estúdio:

Fonte: soranews24

🔥O POCO F4 É MUITO BOM 👇

Comentários
Minha foto
Insira um comentário