EUA x China: Embargo comercial imposto a Huawei irá se estender até 2021

Levando em consideração que a pandemia da COVID-19 praticamente cancelou o ano de 2020, podemos dizer que isso era previsto, é óbvio que o governo americano iria estender o embargo comercial imposto a Huawei.

EUA x China: Embargo comercial imposto a Huawei irá se estender até 2021

Segundo informações recentes, a Huawei permanecerá na "lista negra" dos EUA. Desde o ano passado, as empresas americanas só foram autorizadas a trabalhar com a empresa em casos excepcionais.

As licenças precisavam ser obtidas antecipadamente - esse é obviamente o caso da Microsoft e do sistema Windows, mas apesar do Google ter tentado, não conseguiu tal licença para seguir com o Android para seus novos smartphones e tablets.

A informação veio direto da Casa Branca, mas não é explicitamente sobre a Huawei; em vez disso, o documento assinado pelo presidente Donald Trump aborda todas as empresas que estão em uma situação semelhante. A razão continua: Motivo de Segurança nacional.

Em 15 de maio de 2019, através da Ordem Executiva 13873, proclamei um estado de emergência sob a Lei Internacional de Poderes Econômicos de Emergência para tratar das ameaças incomuns e extraordinárias à segurança nacional, à política externa e à economia dos Estados Unidos que resultam da aquisição irrestrita uso irrestrito de certas transações no campo da tecnologia e serviços de informação e comunicação.

Por esse motivo, a emergência nacional declarada em 15 de maio de 2019 deve continuar além de 15 de maio de 2020. Portanto, de acordo com a Seção 202 (d) da Lei Nacional de Emergências, continuo a emergência nacional declarada na Ordem Executiva 13873 referente à segurança da cadeia de suprimentos de tecnologia e serviços de informação e comunicação por um ano.

A proibição agora está sendo prorrogada por mais um ano. Portanto, se você estava esperando que os serviços e aplicativos do Google voltassem logo aos smartphones e tablets Huawei, isso não irá acontecer antes de maio de 2021.

A questão permanece: o que a Huawei está fazendo agora? Obviamente, a empresa seguirá fazendo o que vem fazendo desde o início do embargo em maio de 2019, crescendo sem suas parceiras comerciais dos EUA.

Investindo sem seus próprios serviços e aplicativos e, sabemos que mesmo sem os serviços oficiais, já existem algumas dezenas de vídeos espalhados por aí mostrando como utilizar os serviços do Google de forma não oficial.

Isso é ruim para ambas as empresas? Sim. Mas é uma solução encontrada por fãs da marca que querem os dispositivos sem abrir mão dos serviços Google.

A Huawei já provou que é dura na queda e segue firme com seus projetos internos. Por outro lado, as empresas americanas seguem descontentes com a impossibilidade de seguir sua parceria comercial.

Só não podemos contar em 2021, com mais uma nova versão do Huawei P30 Pro, como o recém lançado P30 Pro New Edition.

Acer Nitro 5: Não compre sem ver esse vídeo!

Comentários
Minha foto
Insira um comentário