Oficina da Net Logo

Hackers aproveitam brecha do Internet Explorer para invadir PCs

A equipe de segurança Qihoo 360 emitiu o alerta, já que a ameaça é considerada de “escala global”.

Por | @oficinadanet Internet Explorer Pular para comentários

Nesta semana, pesquisadores de segurança revelaram que hackers estão usando uma brecha de segurança encontrada no Internet Explorer para invadir computadores com Windows. Atualmente, a Microsoft está centrada no seu Microsoft Edge, mesmo assim, ainda há uma quantidade considerável de usuários que permanecem no navegador antigo.

Seguindo a ordem, a equipe de segurança Qihoo 360 emitiu o alerta, já que a ameaça é considerada de “escala global”. Conforme o que foi dito, a ameaça utiliza um documento Office infectado para infestar a máquina da vítima com malwares que se aproveitam da vulnerabilidade nomeada de “double-kill”.

Por motivos de segurança, empresas de segurança sugerem que usuários procurem alternativas de navegadores mais confiáveis, visto que, o Internet Explore está longe disso.  Uma nova brecha de seguança foi encontrada sendo capaz de proporcionar a infestação do       sistema.                     Por motivos de segurança, empresas de segurança sugerem que usuários procurem alternativas de navegadores mais confiáveis, visto que, o Internet Explore está longe disso.  Uma nova brecha de seguança foi encontrada sendo capaz de proporcionar a infestação do       sistema.                     

Leia também: Leia em destaque: .

“Para que o malware seja acionado, os usuários precisam usar o Internet Explorer e optar por abrir o arquivo infectado do Office. A partir daí, o malware usa uma brecha bem conhecida para contornar o Controle de Conta de Usuário do Windows, aquelas janelas pop-up que supostamente impedem a execução de scripts não verificados.”

Os pesquisadores explicam que o malware funciona apenas quando os usuários fazem duas coisas, que não costuma ser recomendas. A primeira delas é abrir arquivos desconhecidos e utilizar o Internet Explorer.

Vale mencionar que muitos usuários já estão migrando para outros navegadores há um bom tempo, mesmo assim, a empresa de segurança emitiu um alerta para que a Microsoft lance uma correção para a brecha de segurança. A companhia ainda pede para que os usuários nunca abram arquivos desconhecidos em de preferência, usem um navegador considerado mais seguro.

Comentários
Carregar comentários