Google Chrome irá bloquear propagandas que gastam muitos recursos

Tanto as versões de computadores quanto de dispositivos móveis irão receber a atualização que deve diminuir o uso exagerado de recursos, seja de bateria, memória, internet ou processamento.

Google Chrome irá bloquear propagandas que gastam muitos recursos

Tanto as versões de computadores quanto de dispositivos móveis irão receber a atualização que deve diminuir o uso exagerado de recursos, seja de bateria, memória, internet ou processamento. No momento já há um Ad-Blocker incluso no browser que tenta inibir propagandas que são intrusivas demais aos consumidores, mas agora parece que a empresa realmente irá atrás de quem infringir os novos "Padrões de melhores propagandas".

A ideia é detectar propagandas que utilizem recursos desnecessariamente sem que o usuário saiba, e isso também inclui as que tentam fazer mineração de criptomoedas pelo seu computador, algo que já é feito em sites como The Pirate Bay.

Além de tentar inibir propagandas que tirem vantagem do usuário, a estratégia também irá melhorar a qualidade de propagandas que são má programadas e que por causa disso acabam por utilizar muita bateria de seu smartphone, por exemplo.

"Nós recentemente descobrimos que uma fração de porcentagem das propagandas consumem uma quantia desproporcional de recursos dos aparelhos, como o uso exagerado de bateria ou de banda de internet, e sem que o usuário saiba disso. Estas propagandas podem drenar a bateria, saturar redes que já estão no limite e tem maiores custos."

- Marshall Vale, Gerente de produtos Chrome

Qual é a ideia?

Bom, na verdade a ideia da Google é bem simples, continuar a exibir propagandas para que ela e outras empresas possam lucrar com o acesso de usuários, mas que essas propagandas não interfiram na vida dos mesmos, e sim, complementem a experiência de navegação na web.

Para melhorar este controle, haverá penalizações para propagandas que infringirem as regras citadas abaixo:

  • Usar mais de 4 MegaBytes de dados;
  • Usar o processador por 15 segundos ou mais em um período de 30 segundos;
  • Usar o processador por mais de 60 segundos.

De acordo com a empresa, propagandas que não condizem com essa conduta estão em baixas porcentagens, cerca de 0.3% de todas propagandas que são exibidas online, mas por usarem recursos demais, elas representam cerca de 27% do uso de banda de todas as propagandas e também 28% do total de processamento, números bem altos para algo que representa menos de 1% do que é exibido.

Quando chega a atualização?

A atualização deve chegar oficialmente ao aplicativo e ao programa de desktop entre Agosto e Setembro, porém não é uma data confirmada, só uma estimativa. Essa demora serve para que os desenvolvedores tenham tempo para se adaptar aos novos padrões e para que consigam otimizar os anúncios.

Acer Nitro 5: Não compre sem ver esse vídeo!

Comentários
Minha foto
Insira um comentário