Amazon diz estar a década de distância de desenvolver armazém de envio automatizado

Empresa norte-americana informou que levará no mínimo dez anos para desenvolver armazéns que sejam controlados unicamente por robôs. Atualmente a empresa conta com mais de 125 mil funcionários.

Por Ciência Pular para comentários

Que a Amazon desenvolverá inteligência artificial e robótica ninguém duvida. No entanto, que esses robôs serão capazes de fazer todo o trabalho de um humano ainda é uma questão em aberto: de acordo com Scott Anderson, diretor de robótica da empresa, levará no mínimo dez anos até que um armazém da Amazon seja automatizado de ponta a ponta.

Isso acontece porque é extremamente complicado programar um robô para realizar atividades humanas que um depósito exige. Atualmente já se sabe de diversas máquinas que executam movimentos específicos, ajudando na montagem de um carro ou até de um microchip. Porém, desenvolver um robô capaz de identificar um objeto sem nunca tê-lo visto e saber o que fazer com ele é muito mais complexo.

Armazém da AmazonDepósito da Amazon

Nas instalações da Amazon e de várias outras empresas importantes, uma grande parte do trabalho ainda é realizado por humanos. Atualmente a Amazon conta com 110 armazéns nos Estados Unidos e mais de 125 mil trabalhadores em tempo integral. Apenas uma fração desses trabalhadores são robôs.

Isso se dá exatamente pelo fato das máquinas serem imprecisas e desajeitadas, longe de possuírem a destreza de um homem.

Mas isso não quer dizer que a empresa não esteja aprimorando seus robôs. A Amazon é uma das pioneiras no que diz respeito a tecnologias que se aproximam da sofisticação humana e investe cada vez mais nisso. 

Amazon já conta com alguns robôs em seus armazéns - os chamados drivesAmazon já conta com alguns robôs em seus armazéns - os chamados drives

Um exemplo é o "desafio anual de picking" realizado pela empresa - uma competição que procura por robôs que poderiam trabalhar nos armazéns. Basicamente os competidores precisam ser aptos a pegarem itens de uma estante e devolvê-los a outra. Esse desafio promove um avanço no campo em questão.

Além disso, a Amazon já utiliza os "drives" - robôs pequenos, em forma de Roomba, que entregam grandes pilhas de produtos para trabalhadores humanos a partir de um caminho pré-definido ao redor do armazém.

Apesar de uma realidade distante, a Amazon continua pesquisando e buscando aprimorar suas máquinas para ajudarem no trabalho humano. 

Fonte: The Verge

Compartilhe com seus amigos:
Andressa Isfer
Andressa Isfer Jornalista, amante de séries, filmes, livros e games. Curiosa e sempre pronta para novos desafios.
TWITTER: @andressaisfer
Quer conversar com o(a) Andressa, comente:
Minha foto
    Quantos celulares a Motorola tem em linha?
    5(14,80%)
    10(58,12%)
    15(11,46%)
    20(7,57%)
    26(8,05%)