CES 2020: Huawei revela que vendeu 100.000 Mate X por mês

O anúncio ocorre após a Samsung anunciar ter vendido 400 mil Galaxy Fold. Mesmo com preços cercado 10 mil reais, os aparelhos dobráveis parece estar fazendo sucesso no oriente.

Por CES 2020 Pular para comentários
Huawei Mate X - Imagem: Divulgação Huawei
Huawei Mate X - Imagem: Divulgação Huawei

Durante a CES 2020, uma das maiores feiras de tecnologia do mundo que acontece essa semana em Los Angeles, EUA, o CEO da Samsung revelou que vendeu mais de 400.000 unidades do Galaxy Fold. Com essa informação, o CEO sugeriu que há grande demanda para celulares dobráveis, mesmo com altíssimos preços pela novidade tecnológica. A Huawei então se manifestou provando novamente que há essa grande procura, porém, também colocando a empresa chinesa frente a competição sul coreana.

Revelou-se que o Huawei Mate X, o smartphones dobrável da marca chinesa, vendeu cerca de 100.000 unidades por mês desde seu lançamento em 15 de novembro do ano passado, contabilizando praticamente 200.000 unidades vendidas até o momento. O detalhe é que p Huawei Mate X só está disponível no mercado chinês no momento, enquanto o Galaxy Fold já se expandiu para vários países.

Com tudo isso, a revendedora chinesa Sina ainda anunciou que a Huawei reduziu pela metade os prazos de entrega do Mate X, indicando que compradores do evento de vendas relampado dessa última sexta-feira receberão seus aparelhos novos até quinta-feira, ao invés do prazo mínimo de uma semana cheia.

Os preços atuais dos dois smartphones dobráveis são bem altos, principalmente comparados a qualquer outro dispositivo de alta gama no mercado. Em comparação em Yuan, o Mate X está saindo por CNY 16,999 (US$2,447, ou R$ 10022,42), enquanto o Galaxy Fold fica por CNY15,999 (US$ 2,303, ou R$9432,63). Mesmo com esses preços, esses aparelhos fazem sucesso no oriente, será que vingarão também por aqui?

Comentários:
Carregar comentários