CES 2020: Novos parâmetros bluetooth são anunciados, tornando a tecnologia mais inclusiva

Além das novas diretrizes trazerem suporte a deficientes auditivos, a conexão bluetooth também deverá ter mais possibilidades de uso com tecnologia otimizada e padronizada entre fabricantes.

Por CES 2020 Pular para comentários
Bluetooth - Imagem: Divulgação Fabrik Brands
Bluetooth - Imagem: Divulgação Fabrik Brands

Durante a Consumer Electronics Show (CES) deste ano, o órgão responsável por estabelecer padrões de funcionamento da tecnologia Bluetooh, o Bluetooth SIG, anunciou novidades para a rede com fins de melhorar experiência do usuário.

A principal mudança envolve o Bluetooth LE Audio e tudo que engloba o termo. Deverá ser criada uma política de suporte para todas essas funcionalidades representadas pelo termo genérico, como melhor qualidade e desempenho de áudio, suporte a deficientes auditivos, transmissão de áudio para vários remetentes e melhor sincronia e funcionamento com earbuds e outros fones sem fio.

Mas o parâmetro discutido que mais afeta os usuários é a adoção do codec LC3, ou "Low Complexity Communication Codec". Sua função é reduzir o consumo de energia dos aparelhos conectados pela rede Bluetooth, enquanto ainda melhora a qualidade sonora transmitida. Aparelhos atuais geralmente ficam entre Sub Band Codec (SBC), considerado o de pior qualidade, ou com o AptX da Qualcomm.

O SBC opera geralmente com um bitrate (taxa de bits transmitidos por uma conexão ou rede) bem menor que o LC3, que até pode ser aumentado, aumentando consequentemente a qualidade de transmissão, porém sacrificando economia de energia. Já o LC3 já opera em um bitrate mais alto, com consumo menor de energia e se mostra o favorito por usuários.

Essa mudança ainda inclui suporte a deficientes auditivos. Por isso o Bluetooth SIG afirma trabalhar com instrumentos de áudio para esse público e para adotar parâmetros que os incluam em diversos dispositivos como smartphones, tablets, computadores pessoais, veículos e até mesmo TVs.

Mas por que esse novo parâmetro Bluetooth LE Audio é superior? Explicando de maneira mais simples, um novo padrão de rede Bluetooth permitiria conexão em massa de múltiplos dispositivos com um único transmissor e vice-versa, permitindo conexões também com aparelhos antes tidos como "inconectáveis". Por exemplo, todos que assistem um filme numa TV ou até mesmo em uma sala de cinema poderiam conectar fones para ouvir o som através deles e com sua própria altura e customização. Isso também poderia permitir aparelhos para deficientes auditivos a se conectarem e trazer o som do filme para que eles possam ouvir de maneira adequada ou otimizada. Porém, esse suporte ainda está sendo estudado e ainda não existem mais detalhes a respeito.

O Bluetooth LE Audio permite também o multistream, que é transmissão por vários canais ao mesmo tempo. Isso é uma coisa que os primeiros AirPods já faziam por softwares proprietários.

Por fim, o grupo Bluetooth SIG busca pulverizar tecnologia que antes eram para grupos específicos e torná-la padrão. Mas mudar diretrizes é uma coisa que leva tempo, sendo que esses novos parâmetros devem ser de fato implantados somente em junho ou julho de 2020, para então fabricantes de dispositivos aderirem a tecnologia em seus dispositivos novos e posteriormente chegarem ao mercado.

Comentários:
Carregar comentários