OEX tem novidades de periféricos com formatos bem conhecidos | BGS 2019

Na Brasil Game Show ela veio com um grande stand, apresentando vários produtos de sua linha, e um mouse específico bem peculiar, e é o mouse que quero começar este post falando sobre.

OEX tem novidades de periféricos com formatos bem conhecidos | BGS 2019

A OEX é uma marca que em geral conta com produtos de entrada, com alguma ou outra aparição no mercado mid-end. Na Brasil Game Show ela veio com um grande stand, apresentando vários produtos de sua linha, e um mouse específico bem peculiar, e é o mouse que quero começar este post falando sobre.

OEX Boreal

O mouse não tenta disfarçar nem um pouco a sua extrema similaridade ao Razer DeathAdder, e tenho certeza absoluta de que quem olhar para o produto, achará que se trata de um periférico da Razer nos primeiros segundos, e só perceber ser da OEX depois de examiná-lo.

Felizmente, a marca incluiu algumas informações sobre ele não só diretamente no produto, mas também no site. Ele conta com um sensor PMW3212, que eu ainda não tinha ouvido falar sobre, seus estágios de DPIs variam em valores fixos que são: 500, 1600, 2400, 4000, 5000 e 7200 DPI.

Os valores acima já indicam que este sensor não se trata de um modelo topo de linha, mas sim de algo intermediário ou até de entrada, que é o que o preço de R$105 fortemente sugere.

Também não temos informações de quais são os switches usados no mouses, somente de que ele conta com 7 cores e que há a possibilidade de macros, tudo feito diretamente no software do mouse, ao menos é o que a marca diz em seu site.

Boreal a direita
Boreal a direita

OEX Hybrid

O Hybrid é o segundo produto que mais interessou no stand da marca, sendo um pouquinho mais caro que o Boreal e ficando na faixa dos R$140-150, dependendo de onde você comprar ele. Ele conta com um sistema de trocas de formatos em suas laterais, e é daí que vem o nome dele.

O mouse conta com uma linha central em alumínio, assim como o scroll, que o deixam com uma aparência bem elegante e agradável, mais voltada a escritórios mesmo. Sua iluminação é RGB, então você tem 16mi de cores disponíveis para escolher, com controle via software.

Os estágios de DPI são bem parecidos aos do Boreal, só que com o DPI máximo sendo um pouco menor: 500/1000/2000/3000/4000/5000 DPI.

De resto, ambos possívelmente são bem parecidos por dentro, mas somente abrindo para ter certeza.

Hybrid no centro
Hybrid no centro

Deixo uma pequena galeria com mais fotos do stand da marca, assim vocês podem dar uma melhor conferida do que eles deixaram para o público conferir.

Não perca a cobertura da Brasil Game Show pelo Oficina da Net, você pode acompanhar no nosso Instagram, assim como aqui no site e no canal do YouTube.

Galaxy Z Fold 3: Opinião sincera!

Conteúdo relacionado

Samsung Galaxy Z Fold 3: Opinião sincera! - Review
Samsung

Samsung Galaxy Z Fold 3: Opinião sincera! - Review

É hora de comprar um dobrável? O Galaxy Z Fold 3 da Samsung está aí para apresentar o que há de mais moderno no segmento.

Entrevista com a gerente de marketing da Intel Brasil: Bárbara Toledo
Brasil Game Show 2019

Entrevista com a gerente de marketing da Intel Brasil: Bárbara Toledo

Fizemos uma entrevista com a Bárbara Toledo, que é a Gerente de Marketing da Intel Brasil. A entrevista foi realizada no estande da Acer, durante a Brasil Game Show 2019.

Razer traz microfone para Streamers com reação ao chat, Seiren Emote | BGS 2019
Brasil Game Show 2019

Razer traz microfone para Streamers com reação ao chat, Seiren Emote | BGS 2019

Além de lançar no evento o seu melhor teclado produzido até o momento, a Razer trouxe o primeiro microfone com foco total a Streamers, que conta com uma pequena tela LED que responde a ações realizadas durante a transmissão, como comentários.