Redbull é pura inovação no marketing

Resposta rápida: Qual o core business da Red Bull? O que ela vende? Rapidamente a resposta aqui será energético o que não está errado, mas por que será então que a Red Bull está na Fórmula 1, corrida de aviões, dança entre outras ações? Porque Dietrich Mateschitz não tem medo de inovar!

Por | @plannerfelipe Marketing Digital

Resposta rápida: Qual o core business da Red Bull? O que ela vende?
Rapidamente a resposta aqui será "energético" o que não está errado, mas por que será então que a Red Bull está na Fórmula 1, corrida de aviões, dança entre outras ações? Porque Dietrich Mateschitz não tem medo de inovar!

Redbull é pura inovação no marketing

Inovação é a palavra da moda há algum tempo, inclusive na Pós Graduação de Marketing Digital da FIT esse tema é ensinado aos alunos, pois uma marca precisa inovar. Sempre! Não adianta uma marca fazer sempre o mesmo, pois como sempre digo “mais do mesmo não vende mais!”

Dietrich inovou ao vender seu produto. Ao invés do tradicional marketing que se aprende na faculdade com campanhas na TV, Jornal, Internet, Revista, a Red Bull foi além e consegue construir uma marca forte, uma marca quase imbatível. Sim, ela ainda vende energéticos e fará isso por muito anos, mas a forma como vende seu produto é, com certeza inovador e um grande diferencial competitivo para a marca.

Segundo matéria do portal Exame, o austríaco Dietrich é o homem mais rico da Áustria e o fundador da marca Red Bull. Aos 67 anos e bilionário, ele ainda ousa em inovar. Vemos marcas aqui no Brasil que pedem inovação e acabam com o tradicional Links Patrocinados no Google e banner na home de portal. Inovação?? Inovar é correr riscos!

Nos anos 80, a pesquisa de mercado encomendada à empresa americana NDP antes de a bebida começar a ser vendida na Áustria, seu primeiro mercado, foi enfática: "Nunca um produto esteve tão fadado ao fracasso quanto esse". Romero Rodrigues, um dos fundadores do Buscapé diz que "quando alguém falar que você está errado é porque você está no caminho certo". Alguém dúvida da capacidade desses empreendedores?

Nascia, mesmo depois desse resultado na pesquisa, uma empresa que vende algo que vai além do produto. Vende experiência de marca, de produto. Esse conceito já vinha caminhando com Dietrich desde que ele pensava em como vender o produto que até então tinha tudo para ser um fracasso; pois é, o energético mais vendido no mundo, líder e referência da categoria um dia já foi dado como fracasso. A inovação ajudou no processo de reverter isso.

A empresa foi uma das pioneiras na exploração do chamado marketing experimental, que consiste em fazer com que seu público-alvo viva experiências relacionadas à marca, como eventos culturais e esportivos, viagens e degustações; hoje a Red Bull cria eventos como concurso de break (estilo de dança), corrida de aviões (modalidade inventada pela marca), a maior corrida de motocross estilo livre do mundo, tem um time de futebol que disputa a 2a divisão do Campeonato Brasileiro, investiu nos EUA em uma Reality Show com grande sucesso de público, lançou em 2010 um encarte da marca e eventos que vai junto com grandes jornais americanos como Los Angeles Times, Chicago Tribune e NY Daily News além, claro, do seu grande trunfo, a Fórmula 1 onde hoje é a principal equipe do circuito desbancando as tradicionais McLaren, Ferrari, Willians.

Cerca de 30% do faturamento da marca é destinado ao marketing. Coca-cola e Pepsi destinam 10%. Em números absolutos, Coca e Pepsi com certeza investem mais, mas ao ver o número percentual mostra o quanto a Red Bull inova ao entender que sem propaganda não vende, ou alguém acredita que se a Coca-cola não gastar 1 bilhão de reais em mídia no Brasil, como gasta, ela se mantém com o mesmo share de mercado, vendas, share of mind.

Red Bull usa o conceito "te dá asas" nas ações de marketing, não fica da "boca para fora", faz parte do DNA da marca. O que o Brasil pode aprender com a Red Bull? Muita coisa!!!

Mais sobre: marketing digital marketing redbull
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo