33 dicas para os iniciantes em webdesign

Você começa se tornando um mestre em Photoshop ou Fireworks. Você procura por tutoriais o dia todo e estuda profundamente. Você começa a criar coisas.

Por | @andrebuzzoweb Softwares

Você começa se tornando um mestre em Photoshop ou Fireworks. Você procura por tutoriais o dia todo e estuda profundamente. Você começa a criar coisas. Você não consegue sucesso na primeira e na segunda tentativa, mas na terceira, pensa: “Nossa! Sou o melhor designer do mundo!”. Não é bem assim! É apenas o começo de uma longa jornada que terá pela frente. Existem muitas coisas a serem aprendidas antes de começar a ganhar um dinheiro com isso. Encontrará dificuldades, superará diferenças, entenderá um monte de pormenores sobre design e nem por isso você se tornará um profissional de sucesso em webdesign.

A tradução desse artigo é para todos os iniciantes na área, e espero que essas dicas sejam realmente úteis a todos! Pretendo deixar dicas para que você não cometa erros que são comuns entre os designers e tentar deixá-lo mais profissional e ainda, lhe indicar um norte mais acessível para seu desenvolvimento!


1 - A prática leva a perfeição


Essa é uma grande verdade universal que pode ser aplicada a qualquer segmento que pretenda trabalhar. Em uma ordem a ser seguida, para que possa aceitar os desafios que ira encontrar, necessariamente precisará saber manipular diversos softwares, como o Photoshop. Ainda existem toneladas de tutoriais e vídeo aulas sobre diversos assuntos, para que possa praticar seu desenvolvimento e suas idéias. O lado bom nesses tutoriais – além do fato de serem explicados passo a passo – é que o aprendizado se torna, de certa maneira, fácil. Você tem acesso gratuito a esses conteúdos, e pode ver qual o processo executado para obter determinado resultado. Comece com tutoriais fáceis, aqueles que explicam o básico e após isso, corra atrás dos mais complicados e que requerem mais conhecimento, independente do software ou linguagem de programação que escolha inicialmente!


2 – Seja um Mestre em Photoshop


Photoshop é definitivamente uma fonte de possibilidades criativas para se construir algo original e legal! Tudo vai depender de sua imaginação. Comece lendo livros sobre o programa e verá que não é tão difícil assim em se tornar um mestre na criação!


3 – O segredo é a paciência


Lembre-se, sempre que for começar algo novo, que alguma coisa pode dar errado ou fugir do seu planejamento, mas isso não pode lhe frear! Tenha em mente que a quantidade se tornará qualidade quando colocar o coração nisso. Em 6 meses você estará calejado e poderá criar coisas de maneira rápida e em um ano você pode começar a se considerar um profissional. Tudo o que precisa é ter paciência e não deixar que algo que dê ou deu errado lhe desmotivar – comece novamente e o sucesso lhe encontrará com certeza!


4 – Não permita que a ganância chegue a você


Um dos erros mais comuns entre os designer iniciantes é esse – tudo o que encontra na internet e acha legal, baixa para o computador! Dessa maneira, sua máquina em pouco tempo estará pedindo arrego, pois não existe mais espaço em disco para salvar todos aqueles brushes que você encontrou e efetuou o download! Lembre-se, que muitos deles já estão incorporados em programas, e não há a necessidade de baixá-los novamente! Baixe apenas que realmente precisar!


5 – Sistemize e classifique


Uma vez que decidiu baixar brushes ou cliparts, salve-os em pastas com nomes corretos para encontrar o que precisa de maneira simples e organizada. Ou, você terá um desktop congestionado e sem qualquer organização, tendo que usar os mais diversos recursos para encontrar o que precisa, e assim, atrasando o seu desenvolvimento e seus projetos! Uma vez que organizou tudo o que baixou, você não gastará horas procurando o arquivo desejado.


6 – Seja um observador


Tente visualizar os trabalhos de outros designers o máximo que puder! Isso vai lhe ajudar a buscar inspiração e você vai aprender um bocado com pessoas que estão a anos no mercado, mas que já estiveram no seu lugar um dia! Se você encontrou um layout que realmente gostou, tente seguir as tendências expressas – durante o processo, suas idéias vão surgir e você colocará seu estilo e quem sabe, deixá-lo ainda melhor!


7 – Observe, mas não copie


Uma coisa que deve sempre ter em mente é não quebrar os direitos autorais de ninguém. Como mencionado acima, você pode usar um trabalho como inspiração, incorporar alguns elementos gerais de um site, mas deve colocar “um dedo” seu na criação, e não simplesmente copiar o que foi observado.


8 – Analise


Você encontrou um site que serviu como inspiração. Então, tente analisar como ele foi criado – comece analisando o background, quais fontes foram usadas, quais brushes ou gradientes foram desenvolvidos para criar determinado efeito. Tente encontrar uma sequência lógica das coisas criadas para esse exemplo.


9 – Veja os mundos com os olhos de um designer


Tente visualizar tudo e analisar com um olhar de designer. Isso vale para qualquer coisa – comece com chamadas que você vê na televisão, revistas, folders, cartazes, placas, outdoors, etc. Você pode realmente encontrar algo muito bem elaborado em comerciais televisivos que lhe trará uma injeção de inspiração!


10 – Faça um diário


Não estou falando daqueles que você vai escrever sobre como foi seu dia ou sobre seus desapontamentos. Estou falando de um diário onde você colocará suas idéias ou impressões. É praticamente impossível lembrar tudo o que você viu e lhe interessou, e sendo assim é interessante ter um bloco de notas para colocar no papel suas idéias. Quando precisar criar o design de um site, simplesmente abra seu bloco e veja se não existe algo que já tenha observado que possa lhe ajudar!


11 – Não se cobre se estiver desmotivado


Uma das coisas mais normais que acometem os iniciantes (e até os mais experientes) é se culpar quando chega uma crise de inspiração! Às vezes as idéias não fluem, começamos a ficar desmotivados e deprimidos em certo ponto, pensando se o caminho que escolheu é o correto! Tudo isso mudará com a experiência - sua inspiração se tornará muito maior quando decidir começar novamente e colocar sua alma no serviço.


12 – Se você quer ser um designer, se enturme com designers


Um designer iniciante deve se comunicar com outros mais experientes sempre que houver oportunidade. Nunca hesite em perguntar aos seus algumas por alguma dica, pois se eles forem realmente profissionais, não o ignorarão! Tente também visitar diversos fóruns onde poderá encontrar profissionais até mesmo de outros países e poderá se comunicar com eles – você vai se impressionar com a quantidade de informações que poderá conseguir!


13 – Acompanhe as tendências


Para ter sucesso você precisa seguir as tendências de webdesign, ou você não entenderá o ponto no qual a Web 2.0 já se tornou coisa do passado – e você decididamente não precisa passar por isso.


14 – Não se intimide frente às novidades


Se você encontrou designer que aplicaram coisas novas ao design, não hesite em usá-las também – certifique-se de que é um bom momento para usá-las e se as novidades se encaixam ao seu projeto!


15 – Crie para usar


Uma vez que aprendeu a usar o Photoshop e começou a criar coisas diferentes, não hesite em torná-lo usável para seu projeto, senão você terá uma pasta cheia de trabalho perdido e não usado em seu computador.


16 – Respeite os Direitos Autorais


Se você quer ser profissional, você precisa realmente se preocupar com sua imagem. Você não quer ser conhecido por coisas estúpidas como a quebra de Direitos Autorais. Por exemplo, em fotos que poderá usar no seu projeto. A maneira mais segura é comprá-las em um banco de imagens e se você não puder adquiri-las, deixe claro o crédito dos autores ou use fotos que não violem nenhum desses Direitos! Se você não souber se há ou não esses Direitos sobre determinada imagem, opte por não usá-las.


17 – Pegue suas artes grátis e use-as


Existem milhares de coisas gratuitas na internet para download. Existem muitos tipos de plug-ins e brushes para o Photoshop. Só tenha a certeza de escolhê-los corretamente e use-os!


18 – Seja um Mestre em Teoria


Se você deseja praticar, você primeiramente precisa entender a teoria. Existem diversas regras básicas para o design que você não saberá exatamente em qual ordem usá-las para criar bons websites. Ainda, quando você pegar um projeto, terá que discutir o mesmo com o cliente e é sempre bom deixar claro que você sabe o que está fazendo, usando para isso, bons e embasados argumentos sobre a teoria do “isso é bom” e do “isso não é tão bom”.


19 – Seja seu cliente primeiramente


Um dos erros mais comuns dos iniciantes é não criar o seu portifólio; você vai visitar o seu cliente, ele pede para ver alguns trabalhos por você já realizados, e você não tem nada para mostrar. Quebre esse círculo e seja o seu primeiro cliente! Pense em um projeto que gostaria de implementar e aí crie um site para isso! Dessa maneira, você vai criando o seu portifólio e ainda, de quebra, vai ganhando experiência. E sempre se pergunte: “Eu compraria esse layout?”.


20 – Não corra com os seus projetos


Uma vez que conversou com seu cliente, não tente abreviar o tempo para executar o projeto. Você precisa analisar quanto tempo precisará para entregar o trabalho com calma, e deixar bem claro isso a ele. Deixe um ou dois dias a mais, no caso de algo dar errado. Se você conseguir terminar o projeto antes de prazo previsto, será uma excelente surpresa para o cliente, mas, ao contrário, poderá complicar-lhe com o mesmo!


21 – Projete o tempo todo


Tente dar atenção à sua paixão diariamente! Não fique um tempo sem criar nada – como dito acima – pois a prática leva a perfeição! Se você não tem nenhum projeto para trabalhar no momento, faça algo você mesmo, aprenda coisas diferentes – isso realmente vai lhe ajudar em futuros projetos.


22 – Não se intimide com críticas


Eu acho que essa é a coisa mais difícil para ser superada quando você está lutando para ser um bom designer. Quando você receber um comentário pejorativo sobre o seu trabalho, você realmente não encontrará motivação para seguir em frente. Quando um cliente não gostar do seu trabalho, pode ser que ele queira algo mais barato ou realmente, não gostou da sua criação! O design tem seus altos e baixos, mas não deve te colocar para baixo! A coisa mais importante é aprender a não deixar suas emoções se sobreporem à sua razão, senão você pode perder seu cliente e o trabalho. Não seja rude, mas tente ter uma conversa construtiva com o cliente e você poderá chegar a um acordo.


23 – Não use coisas já prontas


Tente criar suas coisas para o seu projeto. Você até deve usar as coisas prontas para trabalhos grandes enquanto, por exemplo, se dedica a criar um efeito especial na tipografia que irá usar no website. Preste atenção também nos elementos que está usando no seu design – eles precisam ser únicos e aqueles que já vêm prontos devem ser evitados.


24 – Não superestime suas qualidades


Quando pegar um projeto, você precisa ser realista e entender suas limitações e criar coisas simples, porém com qualidade. Não use nada que você nunca ouviu falar ou nunca testou. Uma vez que trabalhou com simplicidade, você terá embasamento para começar a testar coisa mais complexas; dessa maneira, você irá se profissionalizando.


25 – Goste do que faz


Quando você começar a projetar um website, se concentre no resultado final do seu trabalho. Crie e seja criativo, use a sua imaginação. Não deixe que pensamentos como “Opa! Sou um grande webdesigner” ou “Quanto eu vou ganhar com isso?” e “O que eu vou fazer com isso?” fiquem te martelando. Goste do seu trabalho, pois isso é o que você gosta de fazer e o que te traz felicidade. O resto é apenas conseqüência.


26 – Não pense em números


Quando começar a projetar, não fiquei pensando em “quantos projetos eu consigo terminar numa semana? E em um mês?”. Isso só vai afetar seu rendimento a em algum ponto você pode se desapontar, pois calculou bem mal alguma coisa. Você vai chegar ao ponto onde simplesmente não terá tempo para pensar em números, pois o número de projetos que precisa entregar como profissional será enorme!


27 – Não subestime os detalhes


Os detalhes definitivamente dão ao design uma cara toda especial. Preste atenção nos detalhes, eles realmente importam e transformam seu design em um design único. Pense na tipografia, no background, na logo ou como ficarão os botões do menu e assim, verá como ficou impressionante o seu trabalho, ao invés de um design regular.


28 – Faça seus próprios cliparts


Você poderá perder, em algumas ocasiões, muito tempo procurando aquele detalhe que dará um aspecto único ao seu design. Essa não é a coisa mais preocupante. A mais preocupante é perder todo esse tempo e não encontrar o que procura! Para evitar essa situação – projete você mesmo! Lembre-se que agora você é um Mestre no Photoshop e você pode fazer quase tudo que queira!


29 – Não faça piada com os designers iniciantes


Uma coisa que percebo é o quanto os designers fazem piadas com quem está começando. Normalmente isso acontece em fóruns, e eles são realmente duros nas brincadeiras. Tente ser tolerante com quem está começando, pois você pode não estar tão longe assim deles! Fique tranqüilo e aprenda com eles também!


30 – Ao invés de fazer piadas, critique seu próprio trabalho


Tente evitar a comparação do seu trabalho com layouts chatos e sem graça – isso não fará bem para você e nem para sua experiência! Sonhe grande – compare seu trabalho com designs melhores que o seu e veja o que pode mudar para deixar melhor que ele! Dessa maneira, você consegue ter uma visão mais crítica sobre seu próprio trabalho!


31 – Seja mais profissional no seu trabalho


Quando você começar a rascunhar um projeto que irá fazer, não faça algo que somente você irá entender! O cliente pode não entender o que você quer dizer. O rascunho é importante, pois exibe uma prévia sobre o website. Obviamente você não dará todos os detalhes, mas um bom rascunho é sempre fundamental.


32 – Acredite em si mesmo


Acredite que tudo vai acabar bem e não perca a fé na sua capacidade e em você mesmo. Isso é muito importante e vai lhe ajudar a ter sempre uma motivação para caminhar por caminhos mais corretos.


33 – Não acredite nos conselhos de ninguém, não importa qual o seja


Não siga opiniões cegamente! Tente experimentar e descobrir o que melhor se encaixa em você; isso é muito pessoal! O que pode ser bom para alguém pode ser totalmente desastroso para você, mesmo que o conselho passado tenha as melhores intenções!

Mais sobre: design, dica, carreira
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.