O Plano de Ação de um Projeto

O plano de ação é o principal documento de planejamento do trabalho de um projeto de informática. Este documento pode ser pequeno uma ou duas páginas ou pode conter dezenas de páginas. Pode ser materializado em papel ou pode estar contido em diversas telas de computador.

Por | @irialuppi Carreira em TI
O plano de ação é o principal documento de planejamento do trabalho de um projeto de informática. Este documento pode ser pequeno uma ou duas páginas ou pode conter dezenas de páginas. Pode ser materializado em papel ou pode estar contido em diversas telas de computador. Trata-se de um documento descritivo que deve ser sucinto nas suas diversas seções, mas que não deve deixar margens a interpretações ambíguas. É preparado pelo gerente do projeto para seu uso exclusivo, mas partes desse documento geralmente devem ser divulgadas.

O plano de ação  é utilizado por diversas empresas em todo o mundo, na sua confecção pode ser dividido em três seções:
o Resumo do Projeto, o Detalhamento do Projeto e Considerações Estratégicas e Gerenciais.

A seção Resumo do Projeto, como o próprio nome indica, contém informações resumidas ao gosto de um alto executivo. Ali se encontram os seguintes dados: a meta do projeto (objetivo gerencial, prazos e custos totais), o desdobramento da meta por departamentos ou por períodos de tempo, o escopo do projeto (o que será feito e o que não será feito), as principais etapas e seus responsáveis, critérios de aceitação de conclusão de etapas e de encerramento do projeto.

A seção Detalhamento do Projeto contém informações pormenorizadas das partes quantitativas do projetos: tarefas, datas, recursos e custos. São utilizados alguns recursos tradicionais de gerência de projetos, como o Gráfico de Gantt, o diagrama PERT, o cronograma físicofinanceiro, os gráficos de recursos e custos, as tabelas do plano de compras e o plano de treinamento. Em empresas que tocam múltiplos projetos, a distribuição de recursos escassos geralmente é estratégica.

Na seção Considerações Estratégicas e Gerenciais encontram-se comentários sobre a melhor estratégia de conduzir o projeto, como será feito o controle de modificações (tanto do escopo do produto como de objetivos, prazos e custos), a análise de riscos e suas contramedidas e a análise dos fatores críticos de sucesso. Uma característica da vida de um projeto é o constante aperfeiçoamento dos planos e isto ocorre pelo fato de que, quanto mais avançamos na execução do projeto, mais entendemos do produto ou serviço que está sendo desenvolvido. Chama-se isto de “ondas de planejamento”. Assim, o Plano de Ação sofrerá algumas atualizações durante o ciclo de vida de um projeto. De uma maneira genérica, serão produzidas as seguintes versões:

-Versão Inicial: Produzida durante a fase de Estudo de Viabilidade. Esta versão contém uma macrovisão do projeto, constituída de especificações do escopo (o que será feito e o que não será feito), da meta (prazos e custos) e das principais etapas (prazos e custos).

-Versão Intermediária: Produzida logo após a fase de Definição de Requisitos. Aqui é feita uma primeira tentativa de detalhamento, acrescentando à versão inicial o seguinte: relação de atividades, estimativas de tempos, seqüenciamento e custos e análise de riscos.

-Versão Definitiva: Produzida logo após a fase Design. É um aprimoramento da versão anterior e contém todos os itens descritas anteriormente.

Enfim muito do sucesso de um projeto se prende à confecção de um bom Plano de Ação.

Mais sobre: gerencia, plano de ação, projeto
Share Tweet
DESTAQUESMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.