Links sem conteúdo

A produção de um web site consiste em algumas etapas básicas, intermediárias e finais, como em uma redação, é fundamental que o leitor saiba sobre o que vai ler (etapa básica), entenda o que está lendo (intermediária) e possa assimilar e expor sua opnião própria sobre o assunto (final).

Por | @oficinadanet Softwares
Olá pessoal, sou novo por aqui, então la vai a apresentação...Sou designer, 29 anos, formado em publicidade pela FAESP, design pelo IBERO AMERICANO e comunicação e marketing pelo MACKENZIE, também fiz alguns cursos na IMPACTA, SENAI e SENAC. Já atuei em algumas agências e gráficas e estou aqui para compartilhar um pouco do conhecimento adquirido nesses 10 anos de trajetória, pizzas e noites em claro :D



Hoje como minha primeira matéria vou falar sobre um erro comum encontrado na rede, os famosos LINKS SEM CONTEÚDO! Estou para conhecer alguém que ainda não foi premiado com um desses! rsssss...

A produção de um web site consiste em algumas etapas básicas, intermediárias e finais, como em uma redação, é fundamental que o leitor saiba sobre o que vai ler (etapa básica), entenda o que está lendo (intermediária) e possa assimilar e expor sua opnião própria sobre o assunto (final).

Vou exemplificar o desenvolvimento utilizando softwares básicos como o Fireworks, Dreamweaver e Flash. Não esqueci nada? Hummm... cadê o papel? lápis, borracha? Pois é, eu já sou dessa época que se faz tudo direto na tela, afinal de contas tempo é dinheiro, ao menos é o que dizem.

1. Desenvolvimento do Layout (inicial)

Obviamente já estou levando em conta o levantamento das informações para o desenvolvimento (briefing). Claro que um website tem que ter conteúdo, mas encher um menu com sub-menus e utilizar palavras redundantes não ajuda em nada! Tenha a certeza disso! Utilize fonte de fácil leitura e minimize a quantidade de botões no menu.

2. Implementação (intermediária)

O ideal é unir tópicos ao invés de desmenbrá-los, quanto mais conteúdo inteligente o internauta encontrar em uma página, mais tempo ele ficará nela e mais fácil será dele adicionar o site nos favoritos ou assinar o rss (obviamente estamos falando de conteúdo diagramado, como em uma página de revista). Portanto evite fazer ele dar um monte de cliques para encontrar a informação que buscava. E lembre-se do do título da matéria, não deixe botões no menu desativados ou que ao clicar abre uma página dizendo "em contrução" ou "volte em breve", e muito menos sem nada! Solução básica, se não tem conteúdo não publique, a internet é a cada dia mais dinâmica, tudo tem sua hora! Faça a implementação com bom fatiamento para que fique simples de inserir novos conteúdos, uma boa dica para o menu é o desenvolvimento de flash com xml, assim fica super simples de inserir mais botões ;)

3. Retorno (final)

Sempre pense assim, se eu tenho um site ele precisa de um propósito, se questione se o propósito é útil, se não for, não publique, se for e estiver publicado, faça as métricas para checar como estão os acessos e os retornos, se seu projeto for bom, sempre existirá usuários VIP, aqueles que regressam para ler novamente, ver se existe novidade e até mesmo fazer o marketing viral, indicando e divulgando seu conteúdo.

Para que isso aconteça, além do que já falamos, você precisa se preocupar com os famosos ícones e banners piscantes (e irritantes), som na página, tempo de carregamento e verificar se todos os links estão funcionando, porque como disse, a internet é dinâmica e se seu site tem links quebrados o usuário não vai esperar você arrumar e tão pouco vai se preocupar em enviar um email avisando (isso é claro, se o formulário de e-mail estiver funcionando e sem ter os 10 campos obrigatórios para preenchimento...), o mais simples, ele vai em busca de outro site com o conteúdo que procura.



Deixo aqui meu blog:  http://maisnaweb.blogspot.com
Caso queiram adicionar no msn para tirar dúvidas, debater ou compartilhar informações sobre as tendências no mercado digital, estou a disposição e será um prazer. Msn: kahlau@hotmail.com

Um abraço e até a próxima!

Mais sobre: usabilidade, desenvolvimento, internet
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários