Comandos Linux

Bom Dia Leitores, hoje vou explicar alguns comandos que podem ser utilizados por vocês na distribuição Linux. Comandos são ordens que passamos ao sistema operacional para executar uma determinada tarefa.

Por | @oficinadanet Softwares
Bom Dia Leitores, hoje vou explicar alguns comandos que podem ser utilizados por vocês na distribuição Linux.

Comandos são ordens que passamos ao sistema operacional para executar uma determinada tarefa.

Cada comando tem uma função específica, devemos saber a função de cada comando e escolher o mais adequado para fazer o que desejamos, por exemplo:
• ls - Mostra arquivos de diretórios
• cd - Para mudar de diretório

É sempre usado um espaço depois do comando para separá-lo de uma opção ou parâmetro que será passado para o processamento. Um comando pode receber opções e parâmetros: opções são usadas para controlar como o comando será executado, por exemplo, para fazer uma listagem mostrando o dono, grupo, tamanho dos arquivos você deve digitar ls -l. Opções podem ser passadas ao comando através de um “-” ou “–”:

- Opção identificada por uma letra. Podem ser usadas mais de uma opção com um único hífen. O comando ls -l -a é a mesma coisa de ls –la.

– Opção identificada por um nome. Também chamado de opção extensa. O comando ls --all é equivalente a ls -a.

Pode ser usado tanto “-” como “–”, mas há casos em que somente “-” ou “–” esta disponível.
Parâmetros: Um parâmetro identifica o caminho, origem, destino, entrada padrão ou saída padrão que será passada ao comando. Se você digitar: ls usr/share/doc/copyright, /usr/share/doc/copyright será o parâmetro passado ao comando ls, neste caso queremos que ele liste os arquivos do diretório /usr/share/doc/copyright. É normal errar o nome de comandos, mas não se preocupe, quando isto acontecer o sistema mostrará a mensagem command not found (comando não encontrado) e voltará ao aviso de comando. As mensagens de erro não fazem nenhum mal ao seu sistema, somente dizem que algo deu errado para que você possa corrigir e entender o que aconteceu. No GNU/Linux, você tem a possibilidade de criar comandos personalizados usando outros comandos mais simples (vamos aprender isto em uma próxima coluna). Os comandos se encaixam em duas categorias.

Comandos Internos e Comandos Externos

Por exemplo: “ls -la /usr/share/doc”, ls é o comando, -la é a opção passada ao comando, e /usr/share/doc é o diretório passado como parâmetro ao comando ls.

Bom é isso, na próxima coluna vamos aprender sobre Comandos Internose Comandos Externos.

Abraço.

Mais sobre: linux, distribuições, comandos
Share Tweet
DESTAQUESRecomendadoMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.