Opinião: Porque a câmera do novo iPhone 11 é tão feia?

O design da parte traseira dos novos iPhones de 2019 (11, 11 Pro e 11 Pro Max) é realmente esquisito e feio. Mas há um porquê disso, e é o que vamos falar aqui.

Por Apple Pular para comentários
Opinião: Porque a câmera do novo iPhone 11 é tão feia?

Muito já se falou da qualidade da câmera dos novos iPhones (11, 11 Pro e 11 Pro Max). Mas este artigo não vai falar da qualidade, embora sim, são ótimas câmeras. Aqui, vamos falar e explicar o porquê do design horroroso que a Apple escolheu para as câmeras destes smartphones, que estão entre os melhores do mundo na atualidade.

Como você sabe, a internet não perdoa! Assim que foram lançados a nova linha iPhone 11, no Evento Especial da Apple de 10 de setembro de 2019, no Steve Jobs Theater, em Cupertino nos Estados Unidos, uma chuva de memes surgiu, e não é pra menos. Abaixo reunimos alguns dos memes mais engraçados, veja:

Várias piadas e memes rolaram na web depois que a Apple lançou o iPhone 11, confirmando o design peculiar, enquanto alguns relatos mencionavam que a câmera do novo iPhone realmente desencadeou a tripofobia de algumas pessoas (vamos falar disso mais além).

Como você pode ver nos memes acima, as câmeras do iPhone 11 são comparadas com muitas coisas, como um fogão cooktop e um barbeador elétrico. Mas afinal, porque a Apple não fez um design mais bonito no seu top de linha de 2019?

Porque a câmera do novo iPhone 11 é tão feia?

As três lentes do iPhone 11 Pro não estão dispostas em uma fileira, como era no iPhone de câmera dupla (iPhone 7 Plus e posteriores), mas em um esquisito triângulo. E junto com o flash, eles são dispostos em uma placa quadrada com destaque, o que deixa o design da parte traseira do dispositivo ainda mais peculiar.

Desde os primeiros vazamentos do design do iPhone 11, a maioria das pessoas reclamou severamente da enorme protuberância na parte traseira, que abriga as três (ou duas) câmeras, e que foi colocada em um módulo quadrado.

Embora o design das câmeras não seja agradável aos nossos olhos, ele é necessário. Além disso, as pessoas devem se acostumar, assim como ocorreu com o entalhe na tela, lançado no iPhone X há dois anos e severamente criticado na época. O motivo pelo qual a Apple fez o iPhone 11 dessa forma tem a ver com o aproveitamento máximo do espaço disponível.

Outros smartphones Android que possuem configurações de lente tripla ou quádrupla em vários arranjos diferentes. Estamos analisando os módulos de câmera horizontal, vertical e quadrada que podem acomodar até quatro lentes. Smartphones como o P20 Pro, o P30 Pro, o Mate 20 Pro, o Galaxy S10 e o Galaxy Note 10 possuem módulos de câmera com lente tripla.

Enquanto isso, a Apple fazia as coisas de maneira diferente, organizando as três lentes em um padrão em zigue-zague:

Primeiramente, se você ainda não viu o iPhone 11 Pro e o 11 Pro Max pessoalmente, tente ver em uma loja, pois a aparência é muito melhor pessoalmente. Depois de você segurar um em suas mãos, e usar suas câmeras triplas estranhamente alinhadas, provavelmente vai mudar de ideia.

O software da câmera da Apple é o que diferencia as câmeras do iPhone 11, e faz com que o zoom entre as três câmeras seja extremamente suave; Não há nenhum travamento quando você alterna de uma câmera para outra, como vimos em muitos smartphones Android.

É por esse motivo que as três câmeras na parte traseira do iPhone 11 Pros estão alinhadas do jeito: para aplicar o zoom diretamente do centro. Nos smartphones Android, onde as três câmeras geralmente estão alinhadas em uma fileira, é necessário deslocar o smartphone físicamente para a esquerda ou para a direita, para recompor uma foto. É um pequeno detalhe, mas para quem leva a sério a fotografia, faz toda a diferença.

Outras vantagens da câmera (feia) do iPhone 11

Além da inovação no design, houve algumas melhorias nas câmeras. A câmera frontal agora também filma em 4K, e é capaz de capturar fotos em câmera lenta. Há também uma câmera grande angular nos iPhones com três câmeras. A adição de uma lente ultra grande angular complementa as lentes padrão e telefoto, oferecendo a versatilidade de capturar grandes paisagens com uma largura impressionante, com zoom óptico 2x para close-ups detalhados.

A câmera dos novos iPhones faz uma compilação de uma série de fotografias com várias exposições, a fim de reduzir o movimento e o desfoque na imagem final. O recurso Deep Fusion usa uma série de imagens para compor uma única foto, com análise pixel a pixel para extrair detalhes e cores em imagens com pouca luz (em breve este recurso será disponibilizado). A câmera do iPhone 11 ainda conta com a ativação automática do modo noturno.

Tripofobia

Existe uma fobia que impede pessoas de utilizarem os novos iPhone de 2019. A tripofobia (do grego: medo de buracos) é a fobia de padrões irregulares ou de agrupamento de pequenos buracos ou saliências.

O módulo das câmeras traseiras do iPhone 11 é composto por cinco elementos circulares. São três câmeras, um flash e um microfone. Agrupados, estes cinco elementos de forma pouco lógica incomoda bastante quem tem a fobia por buracos.

Muitos especialistas dizem que todas as pessoas sofrem da Tripofobia, mas em grau diferente. Enquantos para alguns, a tripofobia é tão fraca a ponto de não sentirem nada olhando pro iPhone 11, por exemplo, para outros, em grau maior, é insuportável.

Dentre os sintomas da tripofobia está o aumento de batimentos cardíados (taquicardia) e arrepios. Algumas pessoas chegam a vomitar por causa dos "buracos". Mas os sintomas variam muito de pessoa para pessoa.

Compartilhe com seus amigos:
Priscilla Kinast
Priscilla Kinast Estudante de Ciência e Tecnologia na UFRGS - Universidade Federal do RS, apaixonada por inovações tecnológicas, mistérios da ciência, bem como filmes e séries de ficção científica
FACEBOOK // INSTAGRAM: @priscillakinast // TWITTER: @prkinast
Quer conversar com o(a) Priscilla, comente:
Carregar comentários
Últimas notícias