Tim Cook encoraja redução no uso de smartphones

Tim Cook, atual presidente da gigante Apple, durante entrevista com a ABC News declarou que está preocupado com a privacidade na internet como um todo, mas mais especificamente relacionada aos dados transmitidos pelos celulares.

Por Apple
Tim Cook encoraja redução no uso de smartphones

Tim Cook, atual presidente da gigante Apple, durante entrevista com a ABC News declarou que está preocupado com a privacidade na internet como um todo, mas mais especificamente relacionada aos dados transmitidos pelos celulares.

Não é novidade que muitas empresas de aplicativos e sites coletam informações de seus usuários, mas o que atualmente está ocorrendo é o uso exacerbado de coleta de dados e utilizado de forma errônea, sem o consentimento do usuário. Pior ainda, de forma comercial, vendendo dados para as empresas obterem informações de seus clientes e assim mudarem sua estratégia de vendas e conseguir mais canais de comunicação.

Porém, não para por aí, até porque evidentemente Tim não soltaria isso de graça, sem interesse algum. Ele disse que é interesse da empresa vender iPhones, mas não quer que "use o produto demais", então ele emenda a fala dizendo que a empresa se sente na responsabilidade de fazer algo para tornar o uso do seu celular, iPhone, mais produtivo para os usuários.

CEO da Apple
CEO da Apple

Você pode pensar que não há mal algum em querer o bem dos usuários, mas de uns anos para cá a Apple tem recebido reclamações de desenvolvedores de apps que restringem o uso do smartphone. Mas a "maçã" chegou a remover ou restringir no ano passado pelo menos 11 dos 17 apps de controle de tempo de tela mais baixados em sua loja. E porque isso? Porque segundo a empresa, eles eram concorrentes diretos e realizavam o mesmo serviço que era oferecido pelo iOS e seus apps. Entretanto, há algo que não foi mencionado, evidentemente, pelos funcionários da Apple: os apps realizavam essas funções antes mesmo da Apple criar para o seu celular. Então quem está agindo de má fé? Chegue às próprias conclusões por si mesmo.

Recomendação do editor:

Compartilhe com seus amigos: