Tim Cook pede a Bloomberg que retire relatório sobre chip espião

Após a publicação do relatório, a Apple divulgou um comunicado separando a história, negando a afirmação individual.

Por Apple Pular para comentários

Tim Cook, CEO da Apple, em uma entrevista ao BuzzFeed News, solicitou à Bloomberg que retratasse a sua história que espiões chineses comprometeram um servidor da empresa através da utilização de microchips maliciosos. Esta é a primeira vez que Cook registra tais alegações.

"Isso não aconteceu. Não há verdade nisso", disse Cook na entrevista.

De acordo com o relatório inicial da Bloomberg, espiões chineses conseguiram se infiltrar em infraestruturas críticas de tecnologia que pertencem a empresas como a Apple e Amazon, introduzindo minúsculos microchips dentro dos servidores da Supermicro.

Tim Cook pede a Bloomberg que retire relatório sobre chip espião.Tim Cook pede a Bloomberg que retire relatório sobre chip espião.

Após a publicação do relatório, a Apple divulgou um comunicado separando a história, negando a afirmação individual.  "Nisso, podemos ser muito claros: a Apple nunca encontrou chips maliciosos, 'manipulações de hardware' ou vulnerabilidades propositalmente plantadas em qualquer servidor", disse o comunicado.

Cook, em entrevista ao BuzzFeed, disse que "esteve envolvido em nossa resposta a essa história desde o início".

O relatório da Bloomberg ainda recebeu críticas de chefes de inteligência dos Estados Unidos e especialistas em segurança.

"Cada vez que eles nos traziam isso, a história mudava e, a cada vez que investigávamos, não encontramos nada", disse ainda Cook.

Fonte: The Verge 

Compartilhe com seus amigos:
Rafaela Pozzebom
Rafaela Pozzebom Graduada em Letras pela UFSM e especialista em Tecnologias da Informação e da Comunicação aplicadas à educação
FACEBOOK //
Quer conversar com o(a) Rafaela, comente:
Carregar comentários
O que é mais importante em um smartphone?
Bateria(28,39%)
Câmera(12,14%)
Performance(54,11%)
Aparência(2,50%)
Tela(2,86%)