Oficina da Net Logo

Apple contrata ex-chefe de inteligência artifical da Google para ajudar a melhorar a Siri

Para unir sua aprendizagem de máquina e estratégia de inteligência artificial, John Giannandrea se une à Apple a fim de melhorar a Siri.

Por | @ingridjank Apple

O New York Times publicou ontem (3) informações sobre a nova contratação da Apple com intuito de melhorar a sua assistente digital Siri. Trata-se do engenheiro e ex-chefe de pesquisa e inteligência artificial da Google, John Giannandrea. Aparentemente a contratação aconteceu um dia depois de o executivo ter anunciado sua renúncia ao cargo na Google.

A Apple vem tentando a um tempo para progredir em inteligência artificial de rápida evolução, com visão computacional e processamento de linguagem natural. A empresa está ligeiramente atrás de empresas como Facebook, Google, Amazon e Microsoft em termos de IA. Por isso, Giannandrea se reportará diretamente ao Tim Cook, CEO da empresa, e será o líder de “aprendizado de máquina e estratégia de IA”.

Em um e-mail obtido pelo New York Times, Tim Cook informa a contratação à Apple dizendo que ele “compartilha nosso comprometimento com a privacidade dos clientes e nossa abordagem meticulosa.”

Tim Cook, atual CEO da Apple.Tim Cook, atual CEO da Apple.

A concorrência da Apple se mostra muito mais poderosa no campo da IA, com um grande número de programadores que trabalham em várias atribuições, publicando artigos que ajudam a comunidade coletiva de pesquisa em IA. A empresa da maçã, por outro lado, não tinha acesso a nenhum dado ou recurso que auxilie no desenvolvimento de IA na mesma maneira que empresas rivais, até setembro de 2016, quando começou a permitir que os próprios funcionários publicassem suas pesquisas.

Nesse contexto, quem sofre com a falta de atualizações é a Siri, que costuma ser alvo de piadas pela sua falta de sofisticação em relação ao Google Assistente, e até a Cortana da Microsoft e a Alexa da Amazon. É aí que entra Giannandrea, que ao se juntar ao grupo poderá recrutar mais talentos de alto nível ao time, melhorando os algoritmos. A empresa sempre quis atingir esse feito, sem precisar atingir ou violar sua posição sobre privacidade.

Segundo o The Verge, especialistas do setor afirmam que a abordagem da Apple sobre a coleta de dados e a privacidade do usuário é louvável do ponto de vista ideológico, mas acaba dificultando a capacidade de acompanhar o ritmo das concorrentes.

No lugar de Giannandrea entrou o veterano da Google, Jeff Dean, considerado um dos talentos do mundo da codificação. Por esse motivo, a Google não deve ficar tão impactada com a demissão de Giannandrea. Algumas fontes anônimas que trabalham na Google disse ao The Verge que o sentimento na empresa é de que Dean possui um “relacionamento mais forte” com a comunidade, funcionários e gerência.

Dean agora ficou encarregado de toda unidade de inteligência artificial da Google, que se separou da parte de pesquisa para focar na IA que será implementada em produtos e pesquisas de longo prazo.

Fontes: The Verge e The New York Times

Leia também:

Comentários
Siga o nosso Instagram!

Estamos lá também: @oficinadanetoficial

Seguir o Instagram do Oficina da Net