Apple avalia reembolso para quem pagou valor total na troca da bateria de iPhones

A troca da bateria acabou sendo necessária quando a Apple confirmou que as atualizações de software estavam deixando os modelos de iPhones antigos mais lentos.

Por Apple Pular para comentários
Apple avalia reembolso para quem pagou valor total na troca da bateria de iPhones

A Apple informou através de uma carta enviada à parlamentares e divulgada na terça-feira (06) que identificou uma grande demanda para troca de baterias de iPhone e com isso, pretende oferecer descontos para consumidores que acabaram pagamento o valor total na substituição das baterias.

Em dezembro a companhia revelou que os novos softwares que vem sendo disponibilizados ultimamente vinham diminuindo o desempenho dos modelos iPhone 6, iPhone 6s e iPhone SE. Após a revelação da fabricante, muitos usuários se mostraram revoltados com atitude da empresa, sendo que a mesma poderia ter pelo menos avisado os donos dos iPhones mais antigos que ao atualizar os seus dispositivos, o software poderia deixar o aparelho mais lento.

iPhone 6siPhone 6s

Contudo, a companhia acabou pedindo desculpas aos seus clientes e acabou reduzindo o preço das baterias a serem substituídas nos modelos que foram afetados, passando então nos Estados Unidos a substituição sendo feita por US$ 29, ao invés de US$ 79.

Agora, a companhia estuda a possibilidade de reembolsar os consumidores que acabaram efetuando a troca das baterias pelo valor cheio, sem os descontos. Aqui no Brasil, a troca pode ser realizada com um desconto de R$ 150, cai de R$ 450 para R$ 300. Porém, não se sabe se os consumidores brasileiros também poderão receber um reembolso.

Justificativa da Apple

Para explicar o ocorrido, a Apple informou que o principal objetivo com a liberação das atualizações de sistemas operacionais com o intuito de reduzir a performance de iPhones com baterias antigas era "oferecer a melhor experiência de performance para os consumidores".

Porém, isso faz com que o smartphone acabe ficando mais lento e reduz a demanda do aparelho por energia nos picos, na prática, isso impede que o iPhone se desligue de uma hora para outra.

A conduta da companhia gerou revolta nos consumidores que acabaram até mesmo acionando a Justiça em busca de soluções para os seus aparelhos. Muitos até mesmo comentaram que está será uma maneira da fabricante forçar as pessoas a adquirirem um dos novos modelos de iPhone. Vários processos surgiram, na França, Israel e nos Estados Unidos.

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Carregar comentários