Foi descoberta falha de segurança crítica no Windows 10, atualização deve ser feita com urgência!

Foi descoberta falha de segurança crítica no Windows 10, atualização deve ser feita com urgência! Confira o que o erro pode causar no seu PC.

Por Windows 10 Pular para comentários
Fonte: windowsreport
Fonte: windowsreport

Há pouco tempo a Microsoft, para a infelicidade de muitos, encerrou o suporte ao Windows 7. Com o fim do sistema operacional, seus usuários que necessitam de atualizações terão de passar para o último SO lançado pela empresa, o Windows 10. Entretanto, por mais que já faça um bom tempo que a atual plataforma da Microsoft tenha sido lançada (2015), ainda surgem falhas graves.

NSA descobre uma nova falha de segurança crítica no Windows 10

Recentemente foi descoberta pela NSA uma nova falha de segurança crítica, que exige atualização imediata. Felizmente a Microsoft já tomou as providencias e disponibilizou a atualização para corrigir a vulnerabilidade encontrada em seu sistema operacional.

A falha de segurança descoberta pela instituição NSA deve ser tratada pelos usuários do Windows como algo extremamente urgente, pois o risco de segurança encontrado influencia diversos componentes. Tal erro deixa o computador vulnerável a ataques e permite a manipulação de dados.

Imagem ilustrativa. Fonte: electrodealpro
Imagem ilustrativa. Fonte: electrodealpro

O problema encontrado se encontra na pasta crypt32.dll, responsável por controlar variados componentes de criptografia do Windows 10. Além disto, ela também administra os certificados do sistema operacional. Levando para a prática, esta falha permite que sejam abertas portas de forma indevida, podendo fazer com que, por exemplo, o usuário instale um malware, assinado e interpretado como programa seguro.

Já instalou a atualização de correção? Comente abaixo e compartilhe conosco a sua experiência.

Fonte: pplware

Recomendamos ler:

Acompanhe as últimas notícias de tecnologia aqui no Oficina da Net. Sempre trazendo conteúdos novos e produtos interessantes.

Comentários:
Carregar comentários