Oficina da Net Logo

WhatsApp limita envio de mensagens para combater fake news

Atualização traz limitação de envio de mensagens a diversos contatos ou grupos por vez, onde o principal foco evitar a disseminação de notícias falsas.

Por | @fsbeling WhatsApp

Na tentativa de evitar que rumores e notícias falsas se espalhem de maneira alarmante e acabem por ter como seqüencias linchamentos e mortes violentas como ocorreu recentemente na Índia, o WhatsApp anunciou que vai passar a restringir a quantidade de envios simultâneos de mensagens. Atualmente, o usuário pode propagar uma informação através de uma mensagem que pode ser enviada para diversos contatos ao mesmo tempo.

Segundo o WhatsApp "Hoje, estamos lançando um teste para limitar o encaminhamento que será aplicado a todos que usam o WhatsApp. Na Índia, onde as pessoas enviam mais mensagens, fotos e vídeos do que qualquer outro país do mundo, também testamos um limite de cinco chats simultâneos e removemos o botão de encaminhamento rápido ao lado das mensagens de mídia (como fotos, gifs e vídeos)".

Atualização traz limitação de envio de mensagens a diversos contatos ou grupos por vez.Atualização traz limitação de envio de mensagens a diversos contatos ou grupos por vez.
A atitude da empresa foi tomada para tentar diminuir a onda de violência que vem ocorrendo na India, onde desde maio deste ano cerca de 27 pessoas já morreram por conta de boatos espalhados pelo mensageiro, segundo o Times of India.

Embora a companhia esteja tratando a atualização como um teste, a mudança já estaria sendo aplicada no mundo inteiro, onde os usuários do aplicativo de mensagens vão passar a ter uma limitação de envio para no máximo 20 contatos ou grupos por vez. Anteriormente, era permitido o envio para até 250 chats por vez, a partir de agora esse número acaba sendo bem menor.

Com isso, o principal objetivo é diminuir a propagação rápida pelo mensageiro de fake news, ou seja, de falsas notícias, principalmente as que contem boatos e spams.

Em nota, o WhatsApp informou que as mudanças “vão ajudar a manter o WhatsApp do jeito que ele foi projetado para ser: um aplicativo de mensagem privadas”.

SHARE
+ Notícias
Assine a nossa newsletter
Comentários
Canal no Youtube!

Inscreva-se em nosso canal no Youtube!

INSCREVA-SE e ative o sininho