Huami, subsidiaria da Xiaomi, está desenvolvendo máscara auto desinfetante

Confira a máscara Aeri, desenvolvida pela Huami, subsidiaria da Xiaomi. Ela promete ser auto desinfetante, permite desbloqueio facial em smartphones e ainda possibilita a troca do filtro N95.

Conceito da máscara Aeri, desenvolvida pela Huami, subsidiaria da Xiaomi. Fonte: xda-developers
Conceito da máscara Aeri, desenvolvida pela Huami, subsidiaria da Xiaomi. Fonte: xda-developers

Em diversos países no mundo, especialmente os orientais, há uma cultura de utilizar máscara, quando se está doente, no intuito de evitar a disseminação da doença para pessoas ao redor. Com os surtos de Coronavírus (COVID-19) cada vez maiores, muitas nações ocidentais estão passando a utilizar máscaras. O CDC dos EUA já começou inclusive a recomendar que todas as pessoas usem tecidos no rosto em locais públicos.

Apesar da recomendação do CDC, há de se lembrar que máscaras de pano ou cirúrgicas não foram desenvolvidas para filtrar partículas muito pequenas no ar, que consigam conter o SARS-CoV-2 (COVID-19). As máscaras faciais com filtro N95, são o padrão capaz de filtrar aerossóis infecciosos, podem como a procura delas é alta no mundo, principalmente para os profissionais de saúde, que estão em constante contato com pessoas infectadas e sadias ao mesmo tempo. Porém, independente da máscara que você utilize, impedira que o desbloqueio facial de smartphones funcione.

Para solucionar o problema do desbloqueio, a Huami, subsidiária da Xiaomi, responsável pela fabricação dos wearables da marca como a Mi Band e a Amazfit, começou a trabalhar em uma máscara facial que possibilite o reconhecimento facial. Há duas semanas atrás, o site xda-developers foi informado que a Huami nomeou o projeto de "Project uSmile:-)". O objetivo da iniciativa é diminuir os efeitos sociais do distanciamento social, pois as máscaras tradicionais impedem que as pessoas consigam ver as expressões faciais umas das outras. Pensando nisso a empresa está desenvolvendo um uma facial respiratória transparente com filtro N95 substituível que é capaz de se auto desinfectar.

Conceito da máscara Aeri, desenvolvida pela Huami, subsidiaria da Xiaomi. Fonte: xda-developers
Conceito da máscara Aeri, desenvolvida pela Huami, subsidiaria da Xiaomi. Fonte: xda-developers

O projeto da máscara citada acima chama "Aeri" e tem como objetivo possibilitar que os usuários demonstrem suas expressões faciais quando são invadidos por algum tipo de emoção. Claro que adicionalmente a máscara não impedira o desbloqueio facial em smartphones como o iPhone ou Google Pixel 4. A Huami criou dois modelos conceituais, o X e o Y, que apresentam uma capa anti-embassamento clara, uma superfície translucida, um filtro substituível, um ventilador, uma luz UV embutida, entre outros componentes.

A máscara desenvolvida pela Huami é totalmente vedada e o fluxo de ar só é passado através dos filtros N95. Os materiais utilizados para desenvolver o produto são macios e flexíveis para que o usuário possa obter um ajuste adequado e um bom conforto.

Conceito da máscara Aeri, desenvolvida pela Huami, subsidiaria da Xiaomi. Fonte: xda-developers
Conceito da máscara Aeri, desenvolvida pela Huami, subsidiaria da Xiaomi. Fonte: xda-developers

Há diversas máscaras que foram feitas para serem laváveis, porem a Aeri não funciona desta forma. Ao invés disso, ela utiliza uma luz ultravioleta embutida para se alto desinfectar. As luzes ultravioletas são ativadas quando a máscara não está em uso e estão conectadas a alguma fonte de alimentação (por uma porta USB-C).

Luz ultra violeta da máscara Aeri, desenvolvida pela Huami, subsidiaria da Xiaomi. Fonte: xda-developers
Luz ultra violeta da máscara Aeri, desenvolvida pela Huami, subsidiaria da Xiaomi. Fonte: xda-developers

As novas máscaras desenvolvidas pela Huami ainda permitem aos usuários que troquem por diferentes tipos de filtros, como um com ventilador que pode esfriar a máscara para ambientes quentes e úmidos. Além disto, há um sensor AQI que informa, em tempo real sobre a qualidade do ar, umidade, frequência respiratória e a expiração do filtro.

Outro ponto interessante da máscara é a possibilidade de utilizar um óculos de proteção ocular removível pode ser acoplado à máscara. As tiras da estrutura podem ser personalizadas com diversas cores também.

Os conceitos das máscaras X e Y são bem promissoras, entretanto, são apenas... um conceito atualmente. Além disso, como não há testes ainda, não se pode dizer que estas máscaras seriam tão seguras como as tradicionais com filtro N95. Mas, ainda sim, o projeto Aeri tem grande potencial e provavelmente teremos mais novidades sobre ele nos próximos meses ou anos.

🔥O POCO F4 É MUITO BOM 👇

Comentários
Minha foto
Insira um comentário