Google compra Fitbit por US$2,1 bilhões

Hoje foi anunciado que a Fitbit, desenvolvedora de wearables, será comprada pela Google pelo valor de US$2,1 bilhões. Confira!

Por Tecnologia Pular para comentários
Google compra Fitbit por US$2,1 bilhões

Hoje foi anunciado que a Fitbit, desenvolvedora de wearables, será comprada pela Google pelo valor de US$2,1 bilhões. Ao ser adquirida, a empresa deverá ser incorporada à divisão de desenvolvimento de hardware para a criação de novos wearables. De acordo com as falas de James Park, CEO da Fitbit, e do Rick Osterloh, chefe de hardware da Google, os futuros produtos da Fitbit rodarão o sistema operacional "Wear OS", desenvolvido pela gigante das buscas.

Segundo James:

"Com os recursos e a plataforma global da Google a Fitbit poderá acelerar a inovação na categoria de wearables, escalar mais rapidamente e tornar a saúde ainda mais acessível"

Rick complementa dizendo que:

"é uma oportunidade de investir ainda mais no Wear OS, além de apresentar os dispositivos vestíveis Made by Google"

Sammer Samat, responsável pelo Wear OS disse que pretende unir o hardware da Fitbit e a inteligência da Google.

Houve rumores de que a Fitbit estaria sondando uma venda com uma empresa que era rival da companhia responsável pela a administração da Google, a Alphabet, e por conta disso, estava sendo criticada. Espera-se que o acordo com a Google seja finalizado até o ano que vem, onde atualmente está aguardando a aprovação dos reguladores e acionistas da Fitbit. Olhando pelo lado da Fitbit, é certo que a empresa fechara o acordo com a gigante das buscas, pois a sua avaliação de mercado é de aproximadamente de US$1,6 bilhão, abaixo do valor oferecido pela Google para ser detentora de suas tecnologias.

A Fitbit informou que seus dispositivos ainda continuarão sendo "independentes de plataformas", podendo rodar com dispositivos iOS e Android no futuro. A Google também declarou que "os dados de saúde e bem-estar da Fitbit não serão utilizados para anúncios da empresa", embora colete dados, da mesma forma que faz em outras plataformas.

Fonte: Engadget

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Carregar comentários