Sony diz que irá aperfeiçoar identificação de face através de lasers de detecção

A Sony, através de seu sensor 3D deve implantar pulsos de laser, que é capaz de criar um mapa de profundidade dos seus arredores medindo quanto tempo um pulso leva para se recuperar.

Sony diz que irá aperfeiçoar identificação de face através de lasers de detecção

A Sony, que é líder mundial em sensores de imagem, está na expectativa para se estabelecer como fornecedora da próxima geração de chips de processamento visual com novos sensores 3D. O chefe da divisão da Sony, Satoshi Yoshihara, à Bloomberg, disse que a companhia pretende aumentar a produção de chips para alimentar câmeras 3D frontais e traseiras, respondendo a grande demanda por parte das fabricantes de smartphones. A novidade da tecnologia está envolvida em uma melhor identificação de rosto do que temos atualmente.

Empresas como Apple, Huawei e Xiaomi já aplicaram o recurso de reconhecimento facial em seus aparelhos. A Sony, através de seu sensor 3D deve implantar pulsos de laser, que é capaz de criar um mapa de profundidade dos seus arredores medindo quanto tempo um pulso leva para se recuperar.

De acordo com o chefe do sensor da Sony a novidade produz modelos mais detalhados dos rostos dos usuários, e ainda deve funcionar a uma distância de até cinco metros.

Sony diz que irá aperfeiçoar identificação de face através de lasers de detecção.
Sony diz que irá aperfeiçoar identificação de face através de lasers de detecção.

A Sony adquiriu a empresa belga SoftKinect há alguns anos, que passou a ser chamada de Sony Depthsensing recentemente. Assim, agora existe um site dedicado ao empreendimento da Sony, incluindo carros autônomos, drones, robótica, displays, entre outros.

No que diz respeito ao contexto móvel, há muito espaço para melhorias nos métodos atuais de desbloqueio de rosto. O Face ID da Apple, como também alguns aparelhos Android são construídos com vários componentes que exigem uma parcela significativa de imóveis na parte superior do aparelho, o que acaba sendo um grande problema para dispositivos mais pequenos.

Já, os sensores 3D da Sony seriam mais eficientes se conseguissem corresponder à Face ID de precisão e segurança, o que reduziria o tamanho das peças necessárias.

Yoshihara não menciona quais parceiros de hardware a Sony espera ver usando a sua tecnologia de sensor 3D, mesmo assim, a empresa fornece sensores de imagem para a Apple, então há uma possibilidade da Maçã utilizar os chips 3D atualizados da Sony.

Fonte: The Verge 

5 celulares para NÃO COMPRAR em 2021

Conteúdo relacionado

Xiaomi Mi Band 6 Review: Melhor que smartwatches?
Smartwatches

Xiaomi Mi Band 6 Review: Melhor que smartwatches?

A mais recente smartband da Xiaomi trouxe tela maior e algumas novidades em seu software. Continua valendo a pena?

[Inteligência Artificial] Os avanços na deep learning estão aumentando a visão computacional
Tecnologia

[Inteligência Artificial] Os avanços na deep learning estão aumentando a visão computacional

Saiba os avanços que ocorreram nos últimos anos dentro da inteligência artificial (IA) e em que eles podem mudar o seu dia a dia.

Reconhecimento facial - Uma ameaça ou um benefício?
Tecnologia

Reconhecimento facial - Uma ameaça ou um benefício?

O reconhecimento facial provou ser um benefício para diversas aplicações, facilitando a permissão para acessar, por exemplo, um lugar, software ou app. Entretanto há também o lado negro. Afinal de contas, ele é uma ameaça ou um benefício? Entenda!