As verdades sobre o Huawei Watch GT, eu compraria ele? - REVIEW

Testamos o Huawei Watch GT, smartwatch fabricante chinesa aqui no Brasil, confira os recursos e o que ele pode te oferecer.

Por Smartwatches 4 comentários

A Huawei enviou o Watch GT, o smartwatch da empresa chinesa que é comercializado no Brasil, bonito, bem acabado, bateria monstra, com diversos sensores e funcionalidades, será que ele funciona bem para quem está ou pretende criar hábitos saudáveis? É o que você vai descobrir no meu review do Huawei Watch GT.

Eu passei já uns 3 meses utilizando o GT, fiz diversas atividades físicas com ele, aliado ao Amazfit Pace, meu "parceiro na jornada". Além disso, passei a utilizar o GT como meu relógio diário e já conto mais os motivos. O importante aqui é você ter em mente que o review meu é feito por alguém que realmente pôs esse produto a testes e usou por bastante tempo, graças a Huawei que proporcionou ficar todo esse período.

Design e construção

Minha ideia aqui não é prolongar e partir realmente para os pontos fortes e fracos que vão orientar você a comprar ou não o produto. Para isso, começamos então pela construção externa e design do relógio. De fato ao pôr os olhos sob o Watch GT, você se depara com um produto premium. Os traços e aparência dele remetem a um relógio moderno, que os amantes de acessórios utilizariam mesmo se não fosse um smart.

O corpo é construído em plástico e metal, na parte de trás dele temos um calombo onde ficam os sensores de batimentos cardíacos.

Na frente a tela AMOLED, de 1,39 polegadas, muito boa por sinal. Bastante brilhante, de fácil visão mesmo em locais bastante iluminados.

Huawei Watch GT: Tela Amoled de 1.39 polegadas
Huawei Watch GT: Tela Amoled de 1.39 polegadas

Vemos também dois botões físicos no relógio, que ativam a tela e abrem o menu de atividades físicas. Esses botões auxiliam também para término de atividades dentro da água, quando a tela fica bloqueada para evitar toques acidentais.

Por falar em água, ele é resistente. Tem certificação 5ATM, que proporciona você mergulhar até 50m, suficiente para a prática de atividades físicas na água.

Huawei Watch GT Pulseira
Huawei Watch GT Pulseira

A pulseira dele é bem resistente e muito bem feita, porém as cores não me agradam, esse verde ou versão em laranja no 46mm, são cores e nem sempre a pessoa quer alguma cor, eu preferencialmente optaria por pulseira preta. Tudo bem, é fácil de trocar e utiliza padrão de relógio, basta você ir atrás de outra, podendo até ser em metal.

Em termos de design ele me agradou bastante, sou usuário de relógio desde meus 12 anos, então, sempre tive algo no pulso, apesar de atualmente ter preferência por designs mais tecnológicos com mais vidro, como o Amazfit GTs que testarei em breve aqui, o GT pode ser a escolha perfeita para quem curte relógios mais estilosos.

Atividades

Eu tenho levado a prática de atividades físicas a sério, desde janeiro de 2019 que mantenho a risca os exercícios e realmente os smartwatches que testo têm me ajudado a ver números, melhorar onde estou falhando e orientando a conseguir ir mais longe nas corridas. O Amazfit Pace, como já mencionei, foi meu parceiro durante todo esse período, quando uso outros produtos, eu levo um em cada pulso, justamente para tentar aferir os dados deles depois. O Watch GT bate praticamente todos os dados, quase que idêntico, portanto, me fez crer que ele está bem aferido e funciona.

Monitor de atividades físicas
Monitor de atividades físicas

Por contar com GPS interno, as atividades dispensam o telefone junto, se você não é adepto de escutar música ou podcasts enquanto corre. O que não é o meu caso. Levo sempre o telefone, afinal nem ele, nem o Pace contam com suporte a Spotify, um ponto fraco ao meu ver. Mas já virou um costume meu, pode, talvez ser um problema para você que está iniciando as atividades físicas. O GPS funciona super bem e ativa rápido, cerca de 10 segundos e ele está pronto para sair correndo por aí.

Durante a atividade, ele monitora em tempo real seus batimentos cardíacos, tempo, tempo médio por KM (pace), quantidade de passos e calorias consumidas. Existe também um modo de treinamento, onde você pode optar por alguns configurados que vão te mostrar a hora de começar a correr, e hora de caminhar ou correr mais rápido. É bem interessante para iniciantes. Saber a hora de baixar os batimentos cardíacos e respirar melhor.

O relatório das atividades fica pronto para ser visto no celular assim que você encerra a atividade, precisa baixar o aplicativo Huawei Health para ver. A integração com terceiros é quase nula, outro ponto fraco forte que falo mais tarde no veredicto.

Uso diário

Quem curte relógios vai curtir usar o dia inteiro o GT. Ele monitora seus batimentos cardíacos sem parar, basta levantar o relógio e pronto, está ali o número. "Ah Nicolas, mas isso vai consumir muita bateria?". Deixa eu te falar, aqui com todas atividades que fiz, com monitoramento 24H de batimentos cardíacos, notificações ativas e monitoramento do sono, o Huawei Watch GT me proporcionou sempre 12 a 15 dias de bateria. Eu disse 12 a 15 dias. Foi o relógio que mais durou bateria até hoje, dos que testei. Ponto muito forte nele.

Uso dirio do Watch GT
Uso diário do Watch GT

As notificações são outro ponto legal de receber pelo relógio, se for algo importante você abre o celular, se não for, basta deslizar o dedo para o lado e deixar a notificação de lado. Assim você não precisa tantas vezes pegar o celular.

Monitor de sono

O GT tem essa opção, ele monitora seus batimentos, movimentos e horários em que dorme, no final do sono ele pontua a qualidade do seu dormir. Mostra também quantas horas de sono leve, sono profundo e tempo que ficou acordado. Geralmente se eu manter 2 horas de sono profundo, terei um dia bom de energia.

Monitor de sono
Monitor de sono

Isso é o importante que o relógio tem a oferecer, vamos agora então aos pontos fortes e fracos dele.

Veredicto

Após três meses de uso, quase que diário do produto, chego a minha conclusão, começando pelos pontos que me deixaram tristes com o GT. A falta de integrações com terceiros foi fundamental para pontos fracos. Como já vinha usando outro relógio, minhas atividades todas estavam no Strava. Com o GT não consegui exportar as informações para lá, portanto, esse será um problema para você que gosta de manter um histórico. Caso seja iniciante, ou não tenha problema com histórico, você terá que optar pelo Huawei Health para ver os dados.

A falta de integração com Spotify também é outro ponto. Eu queria um relógio que pudesse pelo menos baixar uma ou duas playlists e usar ele como player, visto que conta com Bluetooth e pode conectar com fones de ouvido dessa tecnologia.

Outro ponto fraco é o software. Ele é fechado, não é Android. Com poucas funcionalidades extras, tem opção para troca de faces do relógio, mas é muito limitado.

Esses três problemas podem facilmente ser resolvidos pela Huawei, isso é basicamente software, creio que se eles tomassem essa medida, teriam mais chances de atrair clientes que já praticam atividades.

Já os pontos fortes que mais me agradaram foram: Bateria de 2 semanas. De fato, nunca tinha tido experiência tão legal assim em um produto que conta com bastante coisas ativas no dia-a-dia. As pulseiras inteligentes até duram esse tempo todo, ou até mais. Mas ele por contar com uma tela grande, AMOLED, ficar monitorando 24 horas os batimentos, outro ponto forte, me surpreendeu com a capacidade de ficar longe da tomada. Você simplesmente esquece que tem que carregar. Aliás, o carregamento é feito através de uma pecinha que acompanha no kit, porém, precisa de um carregador de celular que tenha cabo do tipo USB-C, também presente no kit. O carregamento leva cerca de 1:30h.

Um ponto que não é fraco, mas poderia ser melhorado é a falta de opções de monitoramento de mais atividades. Contamos apenas com exercícios aeróbicos.

No final das contas, custando em média R$ 900, eu não compraria o GT, apesar de ter gostado e muito de algumas coisas. O conjunto de software faz muita diferença para mim. Temos opções como o Amazfit GTS que apenas pode ser adquirido via importação, mas tem mesmas funcionalidades, design mais moderno e integração com apps terceiros de atividades físicas.

Sinceramente a Huawei só vai me convencer de comprar ele, após melhorar essa parte do software. Agora se você não dá bola para isso, o GT é uma excelente opção para aliar uso diário e monitor de atividades. Uma dica, se você comprar um smartwatch, não compre um que a bateria dure menos de uma semana. Já é chato carregar o celular praticamente todos os dias, imagina se precisa fazer isso com o relógio também.

NOTA

7.9

Huawei Watch GT Sport

Pontos fortes

  • Design
  • Bateria de 2 semanas
  • Monitoramento 24h de batimentos cardíacos
  • Resistência a água

Pontos fracos

  • Sem integração com Spotify
  • Falta de integração com apps de saúde terceiros

Onde comprar?

Separamos uma lista de ofertas, caso você deseja comprar o Huawei Watch GT:

Huawei Watch GT SportFicha técnica - Huawei Watch GT Sport
  • Data lançamento: 18/11/2018
  • Preço de lançamento: R$ 1.499,00
  • Dimensões: 46.5 x 46.5 x 10.6 mm
  • Peso: 46 g
  • Resistência a água: 5 atm
  • Display - tipo: OLED
  • Display - tamanho: 1.39
  • Display - resolução: 454x454
  • Bateria: 420 mAh
  • Wi-fi: Não
  • Bluetooth: 4.2
  • GPS: GALILEO e GLONASS
  • Sensores: Acelerômetro, Barômetro, Batimentos cardíacos, Giroscópio e Bússula

Comentários:
Carregar comentários