O Google liberou oficialmente as correções de segurança de abril para a linha Pixel. Esse novo update entrega diversas melhorias, sendo a principal delas no sistema de desbloqueio facial do Pixel 4, mais recente topo de linha da empresa que abandonou de vez o leitor de digitais convencional encontrado nas gerações anteriores, preferindo apostar em sensores para escaneamento de rosto.

No entanto, essa tecnologia implementada pelo Google trazia uma grave falha de segurança: o desbloqueio do sistema poderia ser realizado mesmo se os olhos estivessem fechados. Isso permitia que qualquer pessoa fosse capaz de desbloquear o aparelho apontando-o para o usuário cadastrado, mesmo que ele estivesse dormindo.

Então, após muitas reclamações, a empresa corrigiu esse problema no patch de segurança de abril, que traz a compilação "QQ2A.200405.005". Portanto, agora é necessário que o proprietário esteja com os olhos abertos para que o reconhecimento facial seja feito com sucesso.

Além dessa correção, o Google também entrega outras melhorias, especialmente relacionadas a falhas no Bluetooth e uso de teclados externos. Como era de se esperar, o novo update começou a ser liberado gradativamente via OTA, ou seja, pode demorar alguns dias para que ele chegue em todas as unidades espelhadas pelo mundo.

Vale lembrar que, antes de realizar a instalação, verifique a quantidade de bateria disponível para evitar desligamentos durante o processo, recomendamos no mínimo 50%. Também é aconselhável fazer um backup dos seus dados.

Como foi dito anteriormente, o Pixel 4 é o smartphone topo de linha mais recente do Google, tendo sido apresentado em outubro do ano passado. As câmeras sempre foram o maior destaque da linha Pixel, mas este aparelho também oferece um hardware competente, incluindo o processador Snapdragon 855, 6GB de RAM e 128GB de armazenamento. Por outro lado, como nada é perfeito, principalmente no "mundo" da tecnologia, ele peca na bateria de apenas 2.800 mAh. Abaixo você confere o restante de suas especificações: