iPhone 12 pode trazer GPU ainda mais poderosa que geração anterior

A Imagination Technologies, fabricante de GPUs para dispositivos móveis, retomou sua parceria com a Apple. Os iPhones deste ano podem trazer chips gráficos mais potentes.

Por Smartphones Pular para comentários
iPhone 12 pode trazer GPU ainda mais poderosa que geração anterior

A Apple decidiu retomar a parceria com a Imagination Technologies, empresa conhecida mundialmente por fabricar chips gráficos para dispositivos móveis. Até 2016, a companhia era responsável pelas GPUs dos iPhones.

No entanto, a partir de 2017, a Apple resolveu romper a parceria e optou por desenvolver as GPUs dos iPhones 8 e X. Isso foi possível devido a contratação de vários funcionários da Imagination.

Por conta da falta de investimentos da Apple, pouco tempo depois a ex-parceira enfrentou uma grande crise financeira, algo que fez a empresa emitir uma queixa formal culpando a gigante de Cupertino por afetar seriamente seus negócios. Logo em seguida, a fabricante de GPUs foi comprada pela Canyon Bridge, uma empresa situada no Vale do Silício.

Agora, após toda essa polêmica, ambas as empresas estabeleceram um novo contrato. Em um comunicado oficial, a Imagination disse: "A Imagination Technologies anuncia que substituiu o contrato de licença plurianual com a Apple, anunciado pela primeira vez em 6 de fevereiro de 2014, por um novo contrato de licença plurianual, sob o qual a Apple tem acesso a uma gama mais ampla sobre propriedade intelectual da Imagination, em troca do pagamento de royalties".

Com isso em mente, acredita-se que os próximos iPhones, possivelmente os modelos deste ano, chegarão ao mercado com chips gráficos consideravelmente melhores que os da geração anterior. Alegadamente, a Apple deve lançar quatro aparelhos em 2020. De qualquer forma, teremos que aguardar novas informações que corroborem com tudo isso.

Recomendamos ler:

Acompanhe as últimas notícias de tecnologia aqui no Oficina da Net. Sempre trazendo conteúdos novos e produtos interessantes.

Comentários:
Carregar comentários