Patente do Google mostra dispositivo dobrável com múltiplas telas.

Em meio a tantos problemas, atrasos e altos preços da nova aposta entre os fabricantes de smartphones, parece que a Google entrou também no hype e registrou patente de dispositivo dobrável com múltiplas telas.

Por Smartphones 47 comentários
Patente do Google mostra dispositivo dobrável com múltiplas telas.

Algumas empresas em 2019 apresentaram seus smartphones dobráveis, tudo indicava que esses novos smartphones seriam um sucesso, mas até o momento nenhum deles chegou às prateleiras.

Além disso, tivemos a nova tecnologia aplicada mais com diferentes designs. O Galaxy Fold da Samsung e o Mate X da Huawei, trouxeram o design de smartphone que se desdobra, fazendo com que o smartphone assuma o tamanho de um tablet.

A ideia é aumentar a área útil e trazer mais área útil para o usuário aproveitar melhor conteúdos multimídia e jogos. A diferença entre eles é que a Samsung tem a tela na parte interna do smartphone, enquanto o Mate X a tela fica exposta.

Em maio deste ano, o Google revelou na conferência Google I/O que a empresa já desenvolveu vários protótipos com displays dobráveis. "Fazemos isso há algum tempo". Uma nova patente mostra agora que a gigante das buscas pode optar por uma abordagem totalmente nova do que vimos até agora.

Patente de smartphone com múltiplas telas
Patente de smartphone com múltiplas telas

No final de 2018, o Google LLC registrou uma patente no WIPO (World Intellectual Property Office) para um "dispositivo de exibição dobrável com várias páginas".

Essa patente foi publicada ontem, 27 de junho de 2019, descrevendo um dispositivo dobrável que se abre como um livro.

A tecnologia patenteada baseia-se em uma patente que foi publicada no início deste ano. Na época, as camadas finas do módulo em particular foram descritas, desta vez a patente vai um passo além.

Isso ocorre porque as camadas finas são implementadas de tal forma que o dispositivo móvel pode ser usado como um formulário de livro, consistindo em várias páginas que podem ser entregues. No entanto, essas páginas não consistem em papel, elas são painéis de exibição dobráveis.

Para começar, a tela flexível fica na parte interna do telefone patenteado do Google. Uma característica especial deste design é que o telefone dobrável tem várias telas flexíveis, que são implementados de tal forma que funcionam como páginas que você pode percorrer.

Ainda não est bem explicado se serão 5 painéis dobrveis fixos ou se a imagem na patente só ilustra a ideia de livro
Ainda não está bem explicado se serão 5 painéis dobráveis fixos ou se a imagem na patente só ilustra a ideia de "livro"

As páginas de exibição OLED são mantidas juntas por uma espécie de capa de livro. A parte de trás também é usada para abrigar componentes, como bateria, memória, processador, câmera, etc.

Embora existam cinco páginas nos esboços da patente, na verdade, pode ser qualquer número. Ambos os lados dos painéis de exibição (frente e verso) podem ser usados ​​para exibir conteúdo. Em alguns casos, o conteúdo pode continuar para a próxima página, assim como ao ler um livro tradicional.

Esse é um design muito original e oferece um mundo de novas possibilidades quando comparados com os smartphones dobráveis ​já lançados. 

Sabemos que a Google não produz telas, muito menos dobráveis. Logo, vamos ficar de olho com futuras parcerias para a construção de um novo dispositivo Google dobrável.

Veja a patente do smartphone dobrável do Google aqui.

Leia também: Como ativar o modo escuro no Google Chrome . Acompanhe as últimas notícias de tecnologia aqui no Oficina da Net. Sempre trazendo conteúdos novos e produtos interessantes.

Compartilhe com seus amigos:
Comentários:
Minha foto