Samsung Galaxy Fold é liberado para vendas no Brasil

Anatel homologou o modelo dobrável para ser vendido em território nacional. Isso não garante que o aparelho será comercializado, principalmente depois das críticas feitas ao smartphone

Por | @andressaisfer Smartphones Pular para comentários

O aparelho dobrável da Samsung foi homologado pela Anatel e poderá ser vendido no Brasil. O documento, emitido na terça-feira (23), indica que o modelo a ser comercializado nacionalmente não contará com alguns recursos previstos, como suporte a rede 5G e processador Exynos.

O Galaxy Fold é mencionado pela Anatel como SM-900F. Existem pelo menos três versões do aparelho: a europeia (que será a vendida no Brasil), a norte-americana SM-F900U e a asiática SM-F00N.

Segundo o documento, a versão brasileira não terá suporte a redes 5G, uma vez que o Galaxy Fold não funcionará com a frequência de 3,5 GHz reservada pela Anatel para a instalação dessa rede no Brasil. 

Hotsite do Galaxy Fold em português reforça a ideia de que o aparelho poderá ser vendido no Brasil.Hotsite do Galaxy Fold em português reforça a ideia de que o aparelho poderá ser vendido no Brasil.

A homologação ainda indica que o processador a ser utilizado será o Snapdragon 855, diferentemente do Exynos, que era o esperado. 

Apesar da documentação já liberada, não há garantias de que o Galaxy Fold será comercializado em território nacional. Eventos de lançamento do aparelho agendados para 26 de abril foram adiados após diversas reclamações em relação à sua fragilidade, principalmente da tela.

Todavia, logo após a homologação por parte da Anatel, a Samsung lançou um hotsite com informações do celular em português, com acesso direto por meio do site da Samsung Brasil. Isso reforça a ideia de que a empresa tem a intenção de comercializar o aparelho nacionalmente. 

O preço inicial previsto para o Samsung Galaxy Fold é de $1.980, o que corresponde a aproximadamente R$7.810. 

Mais sobre: galaxy, anatel, smartphones