Falha de segurança em redes de telefonia permite roubo de identidade

Operadoras de celular já estão resolvendo o problema. Falha permite que hackers usem o número de telefone dos usuários.

Por | @RafaelaPozzebon Smartphones

Nesta semana, pesquisadores de segurança da empresa chinesa 360 Technology divulgaram durante uma conferência nos Estados Unidos, a descoberta de uma grave falha em redes móveis de telefonia. A brecha permite que cibercriminosos possam assumir a identidade da vítima.

Por medidas de segurança, os detalhes de como o processo pode ser feito não foram revelados. Os pesquisadores disseram que todo o processo ocorre no momento em que um telefone celular precisa migrar de uma rede para outra, como LTE para 2G, por exemplo.

Redes de celulares podem expor seus dadosRedes de celulares podem expor seus dados

Quando o telefone se conecta a uma rede, a operadora recebe códigos de autenticação que garantem que tal aparelho é o verdadeiro e não um número clonado. No entanto, assim que acontece a troca entre LTE e 2G, os códigos de autenticação não são exigidos.

Neste exato ponto que os hackers conseguem invadir a rede e consequentemente, ter o controle do número da vítima. Deste modo, com acesso ao número, o cibercriminoso pode efetuar ligações e ainda enviar mensagens como se fosse o dono do número. Além disso, também é possível ter acesso às redes sociais e WhatsApp, bem como à conta bancária.

A brecha, nomeada de “Telefonista Fantasma” já foi informada aos órgãos competentes. Os pesquisadores que denunciaram a falha já disseram que muitas operadoras estão corrigindo o problema.

Mais sobre: telefonia, hackers, roubo
Share Tweet
DESTAQUESMais compartilhados
Comentários
AINDA NÃO SE INSCREVEU?

Vem ver os vídeos legais que
estamos produzindo no Youtube.