Samsung ultrapassa a Apple e é líder no mercado de vendas de smartphones dos EUA

Pela primeira vez em três anos, a Samsung alcançou mais de 33% de vendas do mercado de celulares e desbancou a Apple como a líder de vendas nos Estados Unidos

A Samsung é a líder de vendas no ramo de smartphones no terceiro trimestre de 2020.
A Samsung é a líder de vendas no ramo de smartphones no terceiro trimestre de 2020.

O reinado da Apple, que já tinha sido desbancado pelo Huawei neste ano, foi agora ultrapassado pela Samsung. A gigante empresa sul-coreana teve uma alta participação na distribuição de aparelhos celulares nos EUA, alcançando 33,7% entre os meses de julho e setembro. No ano passado, durante esse mesmo período a empresa foi responsável por apenas 27% de vendas no país.

Enquanto a Apple teve um ano decrescente na venda de seus iPhones, o poder da Samsung vinha aumentando cada vez mais já há algum tempo.

Segundo a equipe da Strategy Analytics, o lançamento do iPhone 12 veio atrasado. De acordo com anos anteriores, a empresa de Cupertino disponibilizava os seus novos iPhones em setembro, no final do trimestre. No entanto, neste ano de 2020, o iPhone 12 veio só em novembro - o ano atípico que estamos vivendo, com a pandemia por exemplo, pode ter sido o grande responsável deste atraso.

Porém, em contrapartida, a Samsung conseguiu impulsionar seus números pela forte demanda de seus modelos intermediários, como o Galaxy A80 e suas variações por exemplo. A série de aparelhos premium, como o Galaxy Note20 e o Galaxy Z Fold 2 também tiveram um bom número de vendas nos últimos meses deste ano.

Briga acirrada

Para relembrar, em abril deste ano a Huawei chegou a assumir o posto de líder de vendas no Counterpoint Research. Porém, com o aumento de proibições e sanções que foram aplicadas pelo governo dos EUA, a empresa teve uma significativa queda de vendas no país, assim como já era de se esperar.

Hoje, os dados globais dos analistas mostram que a Samsung foi a grande fornecedora de smartphones durante o terceiro trimestre do ano com 33,7%. A Apple ficou em segundo lugar com 30,2% de participação, e seguidos por LG com 14,7%, a Huawei com 14,1% e a Xiaomi com 11,9% completando o top cinco.

O ano de 2020 ainda não acabou, e este quarto trimestre pretende ser mais acirrado ainda, já que o iPhone 12 entra na disputa.

5 celulares para NÃO COMPRAR em 2021

Conteúdo relacionado

Análise FIFA 22 - Quando o realismo entra em campo
Games

Análise FIFA 22 - Quando o realismo entra em campo

a HyperMotion Technology permite que o jogo entregue bastante realismo, com grande destaque para o posicionamento dos atletas! Confira o que achamos do jogo.

Apple pretende tirar a porta Lightning para sua próxima geração de iPhones
Apple

Apple pretende tirar a porta Lightning para sua próxima geração de iPhones

Depois de lançar seu carregador sem fio, empresa não vê mais a necessidade de contar com a porta USB-C em sua próxima geração de aparelhos a partir do iPhone 13.

iPhone 12 Mini e Pro Max - Começa hoje a pré-venda na Europa e EUA
Apple

iPhone 12 Mini e Pro Max - Começa hoje a pré-venda na Europa e EUA

Os envios devem começar na próxima sexta, dia 13 de novembro, e a partir de hoje (6) os consumidores podem encomendar o seu iPhone 12 Mini, iPhone 12 Pro Max e o HomePod no mercado europeu