Família dona da Samsung perde lideranças das mais ricas da Ásia

Os Ambani são donos do Reliance Group, um conglomerado que inclui negócios de refinamento de petróleo, indústria química, mercado financeiro e ainda no ramo de telecomunicações.

Por | @oficinadanet Samsung

A família dona da Samsung, de sobrenome Lee, perdeu uma posição no ranking das mais ricas da Ásia, segundo uma lista da Forbes. Com fortuna avaliada em US$ 40,8 bilhões, os donos da Samsung perdem espaço somente para a família indiana Ambani.

O patrimônio da família indiana está avaliado em US$ 44,8 bilhões, ou seja, US$ 19 bilhões a mais do que foi avaliado em 2016. O crescimento registrado é maior que os US$ 11,2 bilhões acumulados pela família Lee nos últimos 12 meses.

Família dona da Samsung perde lideranças das mais ricas da Ásia.Família dona da Samsung perde lideranças das mais ricas da Ásia.

Leia também:

Os Ambani são donos do Reliance Group, um conglomerado que inclui negócios de refinamento de petróleo, indústria química, mercado financeiro e ainda no ramo de telecomunicações. Após dois anos seguidos na lista, a Samsung perdeu espaço para os indianos.

A família Koo, dona da LG, é outro clã com forte presença no mercado de telefonia móvel, com fortuna avaliada em US$ 8,7 bilhões, e aparece na lista na 28ª posição. A atual lista considera famílias que somam fortuna e ainda façam negócios a pelo menos três gerações.

De acordo com a Forbes, muitas famílias asiáticas que estão realmente entre as mais ricas do mundo acabaram ficando de fora da lista. Grande parte delas possui origem chinesa, porém os seus negócios ainda aparecem na primeira ou segunda geração de executivos.

As famílias indianas dominam a lista coma as 50 mais ricas da Ásia, com 18 representantes. No total, o valor entre todas elas soma cerca de US$ 699 bilhões, um aumento de US$ 200 bilhões em relação ao ano anterior.

Mais sobre: samsung forbes smartphones
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Destaquesver tudo