Final de 2012 é marcado pela grande comercialização de tablets no EUA

Como já era previsto, a venda de tablets iria aumentar consideravelmente. Conforme a International Data Corp (IDC), que acompanha os mercados, no final de 2012 foram comercializados 52,5 milhões de tablets

Por | @oficinadanet Negócios

Como já era previsto, a venda de tablets iria aumentar consideravelmente. Conforme a International Data Corp (IDC), que acompanha os mercados, no final de 2012 foram comercializados 52,5 milhões de tablets, uma alta de 75% se comparado ao mesmo período do ano anterior. O motivo agregado ao fato deve-se as várias ofertas e descontos de final de ano, disse ainda a empresa.

Tim Cook, presidente-executivo da Apple, já havia dito que algum dia venderiam mais tablets do que computadores pessoais e, ao que tudo indica, o dia chegou.  Assim, o mercado de tablets ultrapassou o de computadores. Para expor o fato, a Apple, maior vendedora de tablets do mundo, vendeu 22 milhões de unidades no quarto trimestre, em contrapartida, a HP, maior vendedora de PCs, no mesmo período comercializou 15 milhões de unidades.

No entanto, mesmo com o sucesso de vendas, a IDC informou que a Apple registrou um declínio de vendas, atingindo 43,1% de participação. A Samsung ficou em segundo lugar, com 15,1% das vendas.

A Microsoft, por sua vez, com o seu tablet Surface  com Windows RT comercializou 900 mil unidades, disse a IDC. A Amazon.com, por sua vez, teve participação de 11,5% de mercado. A Asus registrou a fatia de 5,8%, completou a IDC.

Mais sobre: tablets mercado EUA
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo