Menina de nove anos é acusada de pirataria na Finlândia

De acordo com a polícia finlandesa, a mesma teve que invadir a casa de uma menina de apenas nove anos para confiscar o seu notebook. A notícia é do site Torrent Freak, que contou em seu site a história

Por | @oficinadanet Segurança digital

De acordo com a polícia finlandesa, a mesma teve que invadir a casa de uma menina de apenas nove anos para confiscar o seu notebook. A notícia é do site Torrent Freak, que contou em seu site a história de que a organização antipirataria informática da Finlândia – CIAPC, juntamente com o Ministério da Cultura deste país, enviaram uma carta ao titular de uma linha de banda larga comunicando o mesmo de que a sua conta estava sob investigação, alegando que o mesmo era investigado sob uma partilha de ficheiros online.

O caso se refere ao download da cantora Chisu em 2011, ao qual a organização pediu 600 euros e a assinatura de um contrato de confidencialidade. O titular da conta, um pai de família que trabalha no ramo de hotelaria, recusou a pagar; dias após a polícia invadiu a sua casa com um mandado de busca.

No caso a polícia local buscava informações contidas em um notebook decorado com imagens de Winnie the Pooh, da Disney. Mas na verdade, o notebook era da filha.

Conforme o site Torrent Freak, o álbum não fora descarregado em sua totalidade, por isso no dia seguinte a tentativa de download do álbum, o pai da menina fora com sua filha comprar o mesmo. Ao receber a polícia em sua casa, o pai explicou que tudo seria mais fácil se logo tivesse pagado pelo álbum.

Para ele, a sensação de ver a polícia em sua casa, foi a mesma de ver a máfia pedir dinheiro a sua porta.

Para a cantora Chisu, o comportamento da polícia em questão, foi abusiva, ao qual a mesma declarou em sua página do Facebook o seguinte: “Não quero processar ninguém, sendo que nenhuma artista precisa deste tipo de publicidade na mídia”.

Mais sobre: pirataria menina nove anos
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo