Resenha do livro Alta Performance em Sites Web

Título: Alta Performance em Sites Web; Autor: Steve Souders; Editora: Alta Books; ISBN: 2147483647; Ano: 2007; Páginas: 152; O livro Alta Performance em Sites web traz ao leitor muitas dicas de como otimizar o seu site para torná-lo mais veloz e ágil.

Por | @nmuller99 Programação

O livro Alta Performance Performance em Sites web traz ao leitor muitas dicas de como otimizar o seu site para torná-lo mais veloz e ágil. Para demonstrar o quão importante é um site veloz, os buscadores hoje tratam a performance como um dos fatores que influenciam diretamente o posicionamento das buscas. Este fato se decorre pois eles acreditam que um site veloz traz uma melhor experiência de navegação para o usuário, o que certamente não deixa de estar errado. Creio que você mesmo não suporta sites que demoram para abrir pois ainda estão carregando, típico de sites em flash. 

Informações do Livro:

Resenha do livro Alta Performance em Sites Web

  • Título: Alta Performance em Sites Web
  • Autor: Steve Souders
  • Editora: Alta Books
  • ISBN: 2147483647
  • Ano: 2007
  • Páginas: 152
  • Acabamento: Brochura
  • Origem: Nacional
  • Formato: Médio

Dicas de como otimizar a performance do site são feitas tanto no lado do servidor quanto no lado da aplicação. Sabemos que muitas pessoas usam hospedagens compartilhadas o que geralmente impossibilita destes fazerem configurações nos servidores para melhorar a velocidade do site, entretanto, no livro você consegue fazer melhorias na programação que vão dar um upgrade e tanto.

A linguagem do livro é técnica e portanto cabe ao setor de programação lê-lo e por em prática todas as dicas. Aqui na Oficina da Net o livro foi bastante elucidativo e melhorou ainda mais a velocidade de carregamento do site. Antes o site era carregado em aproximadamente 8s (a página inicial), depois da otimização passou para 5 segundos, agora com a versão nova (7) o site esta carregando em cerca de 4 segundos (a página inicial). Um ganho relativamente alto, que tem feito com que o site ganhe posições nos buscadores e consuma muito menos tráfego de acesso.

Vamos agora passar a um breve resumo do que cada capítulo (que no livro foi chamado de regra, pois são 15 regras que vão melhorar seu site) vai lhe ensinar, o que garanto que vai lhe ajudar na compra deste livro. Antes das regras o livro elucida o que são requisições condicionais GET, método expires, keep-alive e mais informações entre as transações do navegador com o servidor.

Regra 1 - Faça menos requisições HTTP

Fazer menos requisições quer dizer chamar menos vezes o servidor, ter menos imagens no site. Para isto eles auxiliam o uso de estampas CSS que juntam diversas imagens e não fazem toda a conexão novamente para trazer diversas imagens pequenas. Este é um fator super importante que usamos e tivemos um ótimo retorno.

Regra 2 - Use uma rede de distribuição de conteúdo

CDN – content distribution networking, ou rede de distribuição de conteúdo é a forma de deixar arquivos estáticos em outro servidor que tenha este serviço específico e consiga servir muito mais rápido que o seu servidor atual. Usar um CDN como o da Amazon por exemplo é uma boa ideia, vai ter bons benefícios, consome menos de seu servidor, o custo é relativamente baixo (atualmente 0,14 dólares por GB de transferência), e as imagens, htmls, css, javascripts carregam muito rápido de lá. Fora isto você pode fazer um CDN no seu próprio servidor usando um servidor de arquivos estáticos como o NGINX.

Regra 3 - Adicione o cabeçaho expires

Auxilia como usar este cabeçalho que informa ao browser quando que um arquivo vai ser alterado novamente, assim o navegador guarda esta informação e não vai novamente no servidor buscá-lo, evitando assim requisições repetidas.

Regra 4 - Componentes “Ge-Zipe”

Mostra como usar o modo de compactação g-zip do servidor. Como que os navegadores interpretam esta funcionalidade e como funciona todo este processo.

Regra 5 - Coloque folhas de estilo no topo

Explica por que é bom utilizar as folhas de estilo CSS no header do site. Mostra um comparativo interessante usando em cima e no final do site.

Regra 6 - Coloque os scripts no final do site

Ao contrário do CSS o javascript deve ser utilizado no final do site, pois atrasa o carregamento dos demais componentes do site.

Regra 7 - Evite expressões CSS

Creio que muitas pessoas não usam expressões css, mas segundo o livro elas são lentas e atrasam muito. Mostra também como contornar este problema se você tiver que enfrentá-lo.

Regra 8 - Deixe o JavaScript e CSS em arquivos externos

Esta informação é essencial, usar o css em um arquivo style.css, por exemplo, e muito melhor que sempre carregar em todos os arquivos o css. Além deste ser carregado mais rápido, diminui o arquivo principal, fica mais fácil de fazer manutenção e o principal que você pode combinar diversos arquivos CSS, minificá-los para tornar mais leves, diminuindo o tamanho dos arquivos e também o número de requisições HTTP.

Regra 9 - Reduza pesquisas em DNS

Usar menos requisições em DNS significa ter menos urls diferentes dentro do site. Tem boas dicas neste capítulo.

Regra 10 - Minimize os Javascript

Conforme citado acima, minizar tanto o css e o javascript juntando diversos arquivos em 1 só reduz tamanho e requisições ao servidor.

Regra 11 - Evite redirecionamentos

Você sabe se seu site trabalha com www. ou sem www. Este capítulo aborda o que os redirecionamentos causam de problemas no carregamento.

Regra 12 – Remova os scripts duplicados

É ruim para performance incluir o mesmo arquivo Javascript duas vezes numa página. Esse erro não é tão incomum, uma pesquisa realizada durante a escrita do livro revelou que entre os 10 maiores sites dos EUA dois deles (CNN e Youtube) carregavam duas vezes alguns scripts. O dobro do esforço para este arquivo, veja quais problemas afetam com isto.

Regra 13 - Configure as ETags

Entity tags ou tags de entidade é um mecanismo que servidores e navegadores usam para validar componentes que já foram baixados. Se já foi baixado um componente uma vez, ele não expirou ainda, então não precisa ser baixado novamente. Este capítulo mostra como usar e os benefícios das ETags.

Regra 14 - Faça com que o Ajax se aproveite do Cache

Este capítulo inteiro fala sobre como otimizar requisições Ajax usando cache. É bem produtivo também para quem utiliza desta tecnologia que é tão difundida nos sites atuais e aumenta e muito a experiência de uso dos sites.

Regra 15 - Analisando 10 grandes sites

Este é um bom capítulo que traz a analise de 10 sites grandes usando ferramentas disponíveis na internet. Estas ferramentas vão auxiliar você a fazer seu trabalho de otimização também.

Concluindo a resenha, acredito que foi um dos melhores livros que li, rápido, direto e conciso o livro trata bem de coisas técnicas que são fundamentais para otimizar ao máximo a velocidade do seu site, o que dará qualidade para que o visita. Vale a compra, é nota 10!

[relatorio]

Mais sobre: resenhas, alta performance, desempenho
Share Tweet
DESTAQUES
Mais compartilhados
Comentários