Marketing de serviço, quando o ser humano falha

A comunicação é a habilidade mais importante na vida. Estamos em tempo de crise interpessoal entre serviço e cliente. Quando deixamos de ter razão

Por | @dani_publica Marketing Digital

Todas as organizações requerem um planejamento eficaz e uma sólida estratégia de marketing para atingir suas metas e objetivos.Diante disso: O que determina um bom atendimento? Certamente uma delas é a capacidade de saber passar adiante e obter a verdadeira atenção, aquela que involuntariamente permanece quando você não esta presente.

Vivemos rigorosas mudanças comportamentais, onde crescimento caminha freneticamente junto ao poder e isso, ao que ultimamente parece ser bem verdade; é o único conceito de atendimento.Perde-se muito tempo tentando desvendar as vontades e desejos do consumidor, quando na verdade esquece-se do fundamental: andamos em paralelo, logo: a empresa é o que é desde que cliente é parceiro e não apenas um saldo.

Marketing de serviço, quando o ser humano falha

Não caia no conto achando que boas palavras asseguram um cliente, é preciso saber comunicar com qualidade e respeito, afinal: 78% dos consumidores confiam por recomendações de amigos e 14% confiam somente nos anúncios, o que ultimamente tem sido bem irregular.
Não podemos driblar a percepção do cliente, afinal eles não permanecem no estoque e a queda de insatisfação se torna a cada dia mais visível.
Existe uma preocupação com o atendimento, isso é ponto em todas as empresas, mas o que se nota é ela está atrelada a profissionais pouco capacitados em seus cargos.

As abordagens precisam ser reavaliadas, uma reciclagem se faz urgente. É preciso a adoção de um política chamada ganha/ganha: o que nada mais é que um estado de espírito que busca constantemente o benefício mútuo. Todas as partes se sentem bem com a decisão e, comprometidas com o plano de ação.

Tentar compreender realmente o cliente/consumidor é provavelmente um dos depósitos mais importantes que se pode fazer, alem da chave para todos os outros. Enquanto não modificamos os hábitos não obteremos sucesso, apenas ganhos superficiais.

Mais sobre: marketing, pessoas
Share Tweet
DESTAQUESRecomendado
Mais compartilhados
Comentários