Michel Temer adota smartphone Android criptografado pela Abin

Governo investe em equipamentos para proteger privacidade do Presidente Michel Temer, criptografia da Agência Brasileira de Inteligência

Por | @oficinadanet Segurança digital

O presidente Michel Temer, que também está sendo investigado após gravação de conversa com o dono da JBS Joesley Batista, conta agora com um celular Android. No entanto, não é um aparelho convencional, mas sim um aparelho desenvolvido pela Agência Brasileira de Inteligência, a Abin, com um sistema modificado para que possa garantir a sua segurança.

Temer usa android criptografadoTemer usa android criptografado

De acordo com o Estadão, o aparelho utiliza tecnologia nacional para proteção de dados, com sistemas de bloqueio para intrusos. Além disso, o celular também estará disponível para ministros que também queiram proteger as suas informações.

Leia: o que é criptografia.

A escolha pelo sistema Android parece controversa, já que o sistema é considerado mais vulnerável, principalmente se comparado ao iOS, da Apple. Porém, acaba fazendo sentido já que o sistema possui código aberto, o que permite ampla modificação e com isso, o fechamento de portas que poderiam deixar as informações em risco.

Ao que tudo indica, a ação parece integrar uma ação mais ampla para poder proteger Michel Temer. Na semana passada, o Gabinete de Segurança Nacional anunciou a compra de um equipamento que impede gravações não autorizadas pelo presidente dentro do gabinete presidencial. A tecnologia irá servir para interferir no funcionamento de aparelhos que realizem gravações e transmissões.

Mais sobre: Temer Android criptografia
Share Tweet
Recomendado
Comentários
Carregar comentários
Destaquesver tudo

Siga nossas contas no Twitter